Alexandre Souza, em Defesa do Povo e da Cidade de Maricá.

    


                                                                  

 

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 3.1/5 (2218 votos)

ONLINE
1


Partilhe esta Página



Total de visitas: 78461
Últimas Notícias
Últimas Notícias

A Cidade de Maricá poderá perder 69% das receitas dos royalties de petróleo com partilha.

A partilha dos royalties de petróleo, que será votado no Supremo Tribunal Federal, poderá fazer as receitas dos royalties de Maricá reduzir em 69%. O baque iria prejudicar em serviços essenciais para a cidade e principalmente nos investimentos em infraestrutura urbana.

O Supremo Tribunal Federal (STF) vai julgar em abril de 2020 a ação que determinará a constitucionalidade da Lei 12.734/12 (Lei de Partilha). A votação estava marcada para o dia 20 de novembro, mas foi adiada a pedido do Governador Wilson Witzel. Caso a Corte ratifique as alterações na distribuição dos recursos previstas pela norma, o Rio de Janeiro poderá perder R$ 56 bilhões até 2023. A lei, aprovada em 2012 pelo Congresso Nacional, foi suspensa no ano seguinte pela ministra Cármen Lúcia, do STF, que concedeu liminar a uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin) apresentada pelo governo do Rio.

Um estudo feito pela InterTv mostra que Maricá (RJ) seria o município mais prejudicado com a partilha dos royalties. Somente neste ano, Maricá já recebeu R$1,1 bilhão de royalties do petróleo e participação especial somente em 2019, valor que poderá aumentar ainda mais em 2020.

Fonte: Divulgação na Internet.


Cordeirinho, em Maricá, terá clínica médica com diversas especialidades

O bairro de Cordeirinho, que fica no segundo distrito de Maricá, na região litorânea, irá receber uma clínica médica com diversas especialidades. A licitação da obra foi feita e a construção pode começar ainda neste ano.

A unidade de saúde na região irá ofertar o atendimento a especialidades, como cardiologista, pediatra, dermatologistas, entre outros, evitando que os moradores do segundo distrito (Cordeirinho, Guaratiba, Bambuí, Ponta Negra e região), precisem buscar esse atendimento médico no Centro de Maricá.

O anúncio foi feito em 2017 pelo vereador Felipe Auni (PSD) e deverá sair do papel ainda em 2019. A nova unidade de saúde começará a ser construída em uma área na altura da Rua 93, em Cordeirinho.

Fonte: Divulgação Internet.


 

Rock In Rio Maraey Resort, em Maricá, é lançado no segundo dia do festival

A mais completa experiência musical em um paraíso sustentável a apenas 45 quilômetros do Centro do Rio de Janeiro. Esta é a proposta do Rock In Rio Maraey Resort, primeiro hotel temático do mundo com a marca do festival. O empreendimento foi anunciado oficialmente neste sábado pela vice-presidente do Rock in Rio, Roberta Medina, e por Emilio Izquierdo Merlo, presidente-executivo da IDB Brasil, empresa responsável pelo Maraey. Um dos maiores complexos turísticos-residenciais do Brasil, o complexo será desenvolvido num terreno de 840 hectares, com ocupação predial de apenas 6,4% da área.
A construção do Rock In Rio Maraey Resort, um dos quatro hotéis previstos na região, está programada para começar no primeiro semestre de 2021, e o início da operação dois anos depois. Emilio Izquierdo Merlo comemorou a parceria com a maior e melhor marca de festivais de música do mundo:
– A presença do Maraey, hoje, junto à marca Rock In Rio, com a qual estamos alinhados nos valores de inovação, sustentabilidade e responsabilidade social, é o começo de um sonho longamente batalhado. Vamos, com total apoio de instituições públicas, acadêmicas e privadas, dar a Maricá e ao Estado do Rio o mais inovador e sustentável polo de turismo do país – diz o presidente-executivo da IDB Brasil.

Para Roberta Medina, o Rock In Rio Maraey Resort é uma importante experiência de contato da marca com seu público.

– Queremos ir além de um festival a cada dois anos e de ações em redes sociais. Poder materializar os valores da marca neste novo contexto é muito positivo para o Rock In Rio – afirma a vice-presidente do festival.

R$ 11 BILHÕES DE INVESTIMENTO PRIVADO, R$ 7,2 BILHÕES POR ANO EM IMPOSTOS

Localizado na costa do município de Maricá, o complexo Maraey terá investimento privado de R$ 11 bilhões em 14 anos, vai gerar R$ 7,2 bilhões em impostos por ano durante a construção e mais R$ 1 bilhão por ano em operação. As obras de todo o complexo, previstas para durar 14 anos, gerarão 52 mil empregos diretos e indiretos por ano. A operação do Maraey gerará 36 mil empregos diretos e indiretos.

Além de quatro hotéis cinco estrelas e de zonas residenciais, o complexo contará com a segunda maior Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) de restinga do Estado do Rio, com 437 hectares. Nela, funcionará um Centro de Pesquisas da Flora e Fauna com apoio de pesquisadores de universidades como UFRJ, UFF e UFRRJ.

O Rock in Rio Maraey Resort vai doar 0,7% de sua receita a projetos de proteção ambiental, educação e desenvolvimento social.

O governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, visitou mais tarde o estande do Maraey no Rock In Rio e reafirmou seu apoio ao empreendimento.

– Fiquei encantado desde o primeiro momento em que fui apresentado ao projeto. Serão mais de 300 mil turistas por ano. É realmente algo fantástico. Podem contar com todo o apoio do Estado do Rio – disse o governador.

O complexo Maraey entende o patrimônio ambiental e a cultura da população local como valores fundamentais ao empreendimento. O projeto prevê a urbanização e a regularização fundiária da comunidade de pescadores de Zacarias, cujas duzentas famílias receberão título de propriedade e obras de infraestrutura no mesmo padrão do restante do complexo.

– O empreendimento ganha sentido com valores ambientais e sociais. A comunidade e o ambiente serão beneficiados com um programa de resgate da memória cultural, um programa de revitalização da Lagoa de Maricá e um programa de repovoamento com espécies nativas. Vamos construir a Casa do Pescador Artesanal, com a exposição da memória e da cultura local, e trabalhar para garantir a continuidade da pesca – diz o diretor-executivo da IDB Brasil, David Galipienzo.

Para o prefeito de Maricá, Fabiano Taques Horta, o empreendimento pode mudar o perfil da cidade e contribuir como um forte indutor de desenvolvimento para o Estado.

– Vivemos o ciclo do petróleo. O Maraey vai trazer para Maricá o ciclo do turismo, com benefícios para toda a população e a economia local e até estadual.

Para qualificar a mão-de-obra, o Maraey contará, dentro do complexo, com uma universidade de hotelaria comandada por uma das mais prestigiadas escolas de hotelaria do mundo, que será anunciada em breve.

SOBRE A IDB BRASIL

A IDB Brasil é a empresa criada para desenvolver o projeto Maraey. É controlada e administrada por empresas espanholas, entre as quais a Abacus Property Development e o Grupo Cetya, que possui as certificações ISO 9002 e ISO 14001 e atua há mais de 50 anos no mercado de construção global, com projetos que envolvem recuperação ambiental. O grupo Cetya atua também através da Fundação Cetya, que repassa 0,7% do volume de negócios da empresa para o desenvolvimento de projetos sustentáveis nos territórios onde atua, patrocinando projetos esportivos, culturais e sociais.

Fonte: Internet.


 

Maricá terá bicicletas "Vermelhinhas" compartilhadas da EPT

A Empresa Pública de Transportes (EPT) de Maricá, responsável pelos ônibus ‘vermelhinhos’ tarifa zero, que transporta milhares de passageiros diariamente, está implementando o projeto “Bike Maricá – Vermelhinhas”, que já tem licitação marcada e promete dar mais mobilidade para moradores da cidade.

Em entrevista com presidente da EPT, Celso Haddad, ele enfatizou a importância do projeto e comentou também sobre o processo de licitação. “É com imenso prazer que apresentamos oficialmente esse projeto para a população. O processo licitatório acontecerá no dia nove de outubro e esperamos que em breve já estejamos em operação, servindo a todos. Pioneirismo, competência e visão de futuro, essa é a EPT.” Disse.

Celso também falou sobre os próximos passos das Vermelhinhas e da EPT. “Em breve daremos mais detalhes sobre toda a engrenagem que engloba este projeto inovador. O que podemos adiantar é que seremos TARIFA ZERO, acessível a todos, sem distinção, pois o transporte é direito de todos” completou.

A ideia é distribuir em alguns pontos da cidade essas estações onde as bikes poderão ser emprestadas para a locomoção a curtas distâncias, facilitando a vida dos moradores e visitantes. Caso seja efetivamente implementado, o município de Maricá será a segunda cidade do Estado do Rio de Janeiro a ter o sistema de bicicletas compartilhadas e uma das primeiras no Brasil a realizar esse serviço de forma gratuita para a população.

Ainda não foi divulgado uma data para a instalação das estações. As bicicletas deverão ter sistema de rastreamento GPS para evitar que sejam furtadas.

Fonte: Internet.


 

Empreendimento bilionário em Maricá terá shopping e complexo educacional

(Foto: Projeto do Shopping)

O complexo turístico MARAEY, que será construído na Restinga de Maricá terá shopping e um complexo educacional. 

O complexo terá investimento privado de R$ 11 bilhões em 14 anos, vai gerar R$ 7,2 bilhões em impostos por ano durante a construção e mais R$ 1 bilhão por ano em operação.

O shopping oferecerá todo tipo de lojas, supermercados, cinema e restaurantes, que atenderão todas as necessidades dos moradores e seus visitantes.

O MARAEY contará com um Centro Educacional desde o pré-escolar até a etapa pré-universitária. Com a inauguração do Campus Maraey de Direção de Hotelaria e Alta Cozinha, junto com uma renomada Escola de Hotelaria. O Campus será completado com o Centro de Formação de Maricá.

As obras de todo o complexo, previstas para durar 14 anos, gerarão 52 mil empregos diretos e indiretos por ano. A operação do Maraey gerará 36 mil empregos diretos e indiretos.

Fonte: Internet.


 

Maricá estuda construir usina de dessalinização.

Maricá está buscado alternativas para resolver o problema de abastecimento de água. A prefeitura quer construir uma usina de dessalinização, ou seja, transformar água do mar em potável.

A informação foi confirmada pelo presidente da autarquia de Serviços de Obras de Maricá (SOMAR), Renato Machado, que foi junto com uma equipe para a Holanda. Segundo Renato, entre os objetivos da viagem estava “discutir o processo de dessalinização para agilizar a resolução do problema de água, já que a Cedae e o Estado não resolvem”.

Em outubro de 2018, o prefeito Fabiano Horta assinou um convênio com a Cedae e com o Governo do Estado para construção de uma barragem entre a divisa dos municípios Tanguá e Rio Bonito. No entanto, na Câmara Municipal, o vereador Dr. Richard informou que esta opção já não é mais viável, visto que a administração de Rio Bonito demonstrou desinteresse após audiência pública.

Fonte: Internet.


 

Maricá tem 1.840 títulos eleitorais cancelados

 

Os municípios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Maricá e Rio Bonito tiveram 32.774 títulos de eleitorais cancelados pelo Tribunal Superior Eleitoral. Isso porque os detentores deles faltaram aos três turnos eleitorais (cada turno é considerado uma eleição) e não justificaram. Os dados são do TSE. No estado do Rio, 185.965 tiveram o documento cancelado. O estado foi o terceiro do país com maior número de cancelamentos, atrás de São Paulo (479.200) e Minas Gerais (148.235). Tais eleitores estão já impedidos de votar no pleito de 2020, entre outras sanções.

O cancelamento ocorreu depois de passado o prazo de 60 dias para que os eleitores passíveis de terem o documento invalidado pudessem regularizar a situação perante a Justiça Eleitoral. 

Em todo o país, 1.711.267 eleitores tiveram o título cancelados. No Brasil há 142.822.083 aptos a votar. Apenas 64.589 foram aos cartórios regularizar a situação. Ainda dá para reverter a situação. Basta o eleitor ir ao cartório eleitoral de sua inscrição, ou, se tiver mudado de endereço, no cartório ao qual pertença a sua residência. Deve levar um documento de identidade, exceto o novo modelo de passaporte por não conter dados de filiação, e, se possuir, apresentar o título eleitoral e os comprovantes de justificativa de ausência em cada turno das eleições, além de comprovante de residência.

O cancelamento do título eleitoral provoca uma série de consequências, como impedir a obtenção de passaporte e carteira de identidade, o recebimento de salário de função ou emprego público, e a tomada de alguns tipos de empréstimos. A ausência de registro também pode dificultar matrícula em instituições de ensino e a nomeação em concurso público.

Fonte: Internet.


 

Inaugurada duplicação da primeira entrada de Maricá

Foi inaugurada nesta sexta-feira (24/05) a duplicação da Avenida Vereador Francisco Sabino da Costa, principal entrada da cidade. O local recebeu novas faixas de rolamento nos dois sentidos entre a Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106) e a ponte da Mumbuca, sinalização, faixas de pedestres, sinal de trânsito e um canteiro com novo paisagismo.

“É uma satisfação muito completa de poder reinaugurar essa via pela importância que ela tem no município hoje e pelo símbolo que ela carrega em relação ao crescimento de Maricá. Certamente, quem entra pela avenida reconhece a perspectiva de uma cidade nova”, disse o prefeito Fabiano Horta. “Sabemos que o município está crescendo, que tem se desenvolvido e é importante que repensemos no ponto de vista viário e essa aqui é uma das soluções que buscamos para melhorar a fluidez na cidade”, concluiu.

Presidente da autarquia municipal Serviços de Obras de Maricá (Somar), Renato Machado salientou que a obra foi de extrema importância para dar flexibilidade ao tráfego nesta região. “É uma duplicação que muda realmente a mobilidade da cidade. Além disso, revitalizamos a calçada, construímos um novo paisagismo e melhoramos a iluminação. Esse é um dos grandes marcos que apontam Maricá para o futuro”, pontuou.

“O projeto que a cidade merece para dar o centro de pertencimento e orgulho para o maricaense”, destacou o secretário de Segurança, Ordem Pública e Trânsito, Celso Netto.

O evento contou ainda com a presença de outros secretários, de autoridades e de vereadores, como o presidente da Câmara Municipal, Aldair de Linda. “No horário de pico fica engarrafado, atrapalhando a entrada e saída do município. Essa é uma obra de grande valia que vai dar mobilidade e velocidade no trânsito da cidade”, ressaltou.

Fonte: Prefeitura de Maricá.


 

Em Maricá, Estacionamento Rotativo começa a valer no Centro

O Estacionamento Rotativo começa a funcionar nessa segunda-feira (27) nas principais ruas do Centro de Maricá e em breve será expandido para outros bairros e para a orla.

Para estacionar os motoristas deverão pagar o valor de R$2 sendo carros emplacados em Maricá e R$2,50 de veículos emplacados em outros municípios, isso no período de duas horas. Caso o carro fique por mais tempo, será necessário adquirir mais unidades dos tickets, que estarão a venda em pontos comerciais e pelo aplicativo. No primeiro mês a cobrança não será realizada, apenas uma ação educativa; a instalação da sinalização dos pontos e a instrução de pagamento via aplicativo. Após esse período a cobrança será efetuada 

Entre as vias contempladas estão a Avenida Vereador Francisco Sabino da Costa, Avenida Nossa Senhora do Amparo, as ruas Alferes Gomes, Pereira Neves, Domício da Gama, Abreu Rangel, Barão de Inoã, Antônio Vieira Sobrinho e Athayde Parreira, entre outras da região.

“A implantação desse projeto vem para solucionar esses problemas que são crônicos e esperamos que com ele possamos ter em pontos importantes de Maricá uma acessibilidade mais tranquila às pessoas”, armou o presidente da Codemar, José Orlando Dias.

Fonte: Divulgação na Internet.


 

Novo modelo de gestão do Hospital Conde Modesto Leal 

A mudança na diretoria do Hospital Municipal Conde Modesto Leal, que aconteceu na manhã desta segunda-feira (13/05), marcou o início de um novo modelo de gestão na unidade de saúde. 

Liderada pelo diretor geral, Carolino Santos, a equipe formada pelo coordenador médico Salvador Poubel de Souza Silveira e pelos administradores Fabio de Oliveira Rodrigues e Daniel Bastos Sampaio tem o objetivo de incutir cada vez mais a ideia do acolhimento, do atendimento humanizado e da importância do primeiro atendimento.

“Quando você recebe o seu diploma de médico, está apto a trabalhar em qualquer lugar e qualquer área, mesmo que não seja a sua especialidade. Oitenta por cento das nossas doenças são de fundo psicológico, então o primeiro contato com o paciente é muito importante e deve ser muito bem realizado, porque é ali que começamos o tratamento”, ressaltou Carolino.

De acordo com a secretária de Saúde Simone Costa, a média diária de atendimentos no Conde Modesto é de 800 pessoas (cerca de 14 mil por mês), deste total, 60% são de fora do município.

“O Hospital tem foco em emergências. Com o fortalecimento da nossa triagem, as pessoas começarão a entender que diversos procedimentos e atendimentos ambulatoriais devem ser realizados na atenção básica, nos postos de saúde próximos de suas casas, e desta forma o número de atendimentos tende a diminuir”, explicou Simone.

Há 32 anos trabalhando no hospital, o coordenador médico Salvador Silveira falou sobre sua trajetória e expectativas para o futuro.

Toda minha vida profissional foi em Maricá. Tenho um carinho muito grande por esta instituição que tanto fez pela minha formação, e quero fazer o melhor para ela. A população cresceu muito e a demanda de pacientes é grandecom o apoio da Secretaria de Saúde e em parceria com nossas equipes de médicos, enfermeiros e técnicosqueremos encontrar soluções que beneficiem a todos”, contou.

Formado em 1976 pela Universidade Federal Fluminense (UFF), o urologista Carolino Santos, de 71 anos, tem 42 dedicados à profissão. Nascido na Bahia, mudou-se para o Mato Grosso (Cuiabá) ainda criança. 

Como as escolas na região de Barra do Garças, onde morava, não tinham muitos professores, profissionais de diversas áreas eram convocados para lecionar. Estudou com advogados, padres e freiras, mas foi um médico que o inspirou a procurar a UFF.

Em 1970 foi para Niterói e passou para universidade. Em 1973 veio para Maricá como residente e aqui ficou até 1976. 

Voltou casado para o Mato Grosso, onde fez carreira médica e política. Teve dois filhos – que depois de adolescentes vieram ficar com a avó em Maricá – e em 1996 decidiu retornar de vez para o município.

“Hoje me considero maricaense. Vim para ficar perto dos meus filhos e nunca mais saí. Acredito neste governo e no Conde Modesto vou lutar para construir um bom relacionamento médico-pacientes”, finalizou Carolino.

Fonte: Site da Prefeitura de Maricá


 

Maricá 205 anos: 2 mil pessoas irão participar do desfile cívico

A comemoração pelos 205 anos de Maricá está chegando e cerca de dois mil alunos da rede municipal, representando os mais de 23 mil matriculados este ano nas 62 unidades que compõem a rede pública, e de escolas particulares, participarão do desfile cívico na Rua Abreu Rangel, no Centro. A cidade comemora aniversário dia 26 de maio (domingo) e, além do desfile, várias atrações estão programadas para a ocasião.

Às 7h30 acontece o hasteamento da bandeira no Paço Municipal (Prédio da Prefeitura), onde será apresentado o Hino Nacional. Logo após, a Matriz Nossa Senhora do Amparo realiza a missa solene, 8h. Após a missa, acontece o desfile cívico e que conta com a participação de todas as escolas.

O desfile será aberto pelo pelotão da Guarda Municipal, acompanhado da banda da Escola Municipal Clério Boechat. Em seguida, desfilam as cerca de 70 instituições, neste ano recebendo, também, os alunos dos programas ‘Pré-Enem’ e ‘Passaporte Universitário’. Haverá a presença, também, das secretarias de Segurança, Ordem Pública e Trânsito e de Agricultura, Pecuária e Pesca.

Acompanhe o cronograma do desfile cívico de 2019:

1° DISTRITO – GRUPO IPÊ AMARELO

REGIÃO NORDESTE

BANDA : Banda Clério Boechat

E.M. Clério Boechat De Oliveira

E.M. Alfredo Nicolau

E.M. Vereador Levy Carlos Ribeiro

E.M. Cônego Batalha

E.M. Retiro

Centro Educacional Tatiana Morais

E.M. Joaquim Eugênio

E.M. Professora Dirce Marinho Gomes

Colégio Cenecista Maricá

 

1° DISTRITO – GRUPO IPÊ AMARELO

REGIÃO NORDESTE

CAIC Elomir Silva

CEIM Pinguinho de Luz

CEIM Nelson Mandela

  1. Milton Muniz

E.M. Alcebíades Afonso Viana Filho

E.M. Benvindo Taques Horta

E.M. Brasilina Coutinho

E.M. Carlos Magno Legentil De Mattos

 

1° DISTRITO – GRUPO CORUJINHA BURAQUEIRA

REGIÃO CENTRO OESTE

CEIM Ondina Oliveira Coelho

CEIM Boqueirão

CEIM Ondina Oliveira Coelho

E.M. Antonio Lopes Da Fontoura

E.M. Antonio Rufino De Souza Filho

CEM Joana Benedicta Rangel

E.M. Barra De Zacarias

E.M. Guarani Para TotiNheeja

E.M. Jacintho Luiz Caetano

E.M. Marcus Vinicius Caetano Santana

 

1° DISTRITO – GRUPO CORUJINHA BURAQUEIRA

REGIÃO CENTRO OESTE

E.M. Maurício Antunes De Carvalho

CEIM Boqueirão

Creche Municipal Estrelinhas do Amanhã

E.M. Professora Romilda Santos

E.M. Recanto Da Amizade

E.M. Rynalda Rodrigues Da Silva

E.M. Vereador João Da Silva Bezerra

 

2° DISTRITO- GRUPO TAMANDUÁ MIRIM

REGIÃO SUDESTE

E.M. Espraiado

E.M. João Pedro Machado

JIM Trenzinho Da Esperança

CEIM Marilza Medina

E.M. Professora Alcione Soares Rangel Da Silva

E.M. Amanda Penã De Azevedo Soares

E.M. Reginaldo Domingues Dos Santos

E.M. Professora Dilza Da Silva Sá Rego

E.M. Lúcio Thomé Guerra Feteira

E.M. Guaratiba

 

3° DISTRITO- GRUPO JAGUATIRICA

NORTE

E.M. Marisa Letícia Lula Da Silva

E.M. Aniceto Elias

CEIM Professor José Carlos De Almeida e Silva

E.M. Casa da Criança De Inoã

E.M. Lucimere De Mello

E.M. Casa Da Criança De Itaipuaçu

E.M. Inoã

E.M. Romilda Nunes Da Silva

E.M. Professor Darcy Ribeiro

E.M. Veareador Osdevaldo Marins Da Matta

E.M. Ministro Sparano

PRÉ Enem

Passaporte Universitário

 

4° DISTRITO- GRUPO BROMÉLIA

SUL

CEIM Valéria Passos

E.M. Maria Cristina De Lima Correa

E.M. João Monteiro

E.M. Mata Atlantica

E.M. Carlos Manoel Costa Lima

E.M. Rita Sampaio Cartaxo

E.M. São Bento Da Lagoa

E.M. Professor Ataliba De Macedo Domingues

E.M. Professor Oswaldo De Lima Rodrigues

E.M. Marques de Maricá

E.M. Anísio Teixeira

E.M. Indigena Kyringye Arandua

Fonte: Prefeitura de Maricá


 

Transportes por aplicativos deverão ser regulamentados em Maricá

 

Dezenas de taxistas participaram da primeira sessão ordinária de 2019 que aconteceu, nesta segunda-feira (18), na Câmara Municipal de Maricá. A categoria cobrou dos parlamentares a regulamentação dos serviços prestados pelos motoristas do aplicativo Uber e similares. Os trabalhadores exigem regras e obrigações para ambas as categorias. O vereador e presidente da Câmara, Aldair de Linda (PT), demonstrou apoio aos taxistas e explicou que o maior interesse do Poder Legislativo é ajudar a classe.

Ele explicou que uma lei já está em processo de edição para que o serviço seja regulamentado. O presidente relembrou a luta do Poder Executivo para viabilizar um aplicativo exclusivo para taxistas. “Conseguimos dar início ao app, só que a empresa que tem o ‘guarda-chuva’ do aplicativo não queria colocá-lo aqui porque ia atrapalhar o serviço no Rio de Janeiro. Fomos a Volta Redonda para buscar uma empresa para atendê-los, só que a empresa não quis porque só tem 500 táxis. Temos vontade de ajudar vocês”.

Os vereadores Chiquinho, Ismael Breve e Dr. Richard também apoiaram a categoria. Robgol (PT) explicou que lutará para regulamentar o serviço na cidade. “Os motoristas não podem vir a nossa cidade e só pegar passageiro. Vocês, taxistas, trabalham aqui há muito tempo e tem gente vinda de fora para trabalhar aqui. Contem comigo para ajudar nesse processo”.

O vereador Ricardinho Netuno (Patri) esclareceu que o transporte feito por Uber em Maricá não está proibido. “No final de semana saiu uma notícia de que Uber tinha sido proibido. Liguei para o secretário de Transporte e ele me explicou que foi um caso atípico porque um motorista do Uber parou em uma vaga de taxistas e esclareci isso aos moradores”.

Tatai (PTB) declarou que os taxistas são merecedores de muito respeito. Rony Peterson aproveitou para esclarecer algumas questões aos motoristas. “Regulamentar o Uber significa proteger a classe dos taxistas. Hoje, temos um serviço do Uber que tem regulamentação federal, no entanto, o município não regulamentou ainda e cabe a nós discutir e regulamentar. Nos finais de semana não sabemos o volume de Uber que entra nessa cidade. Não tem fiscalização. Uber não paga nada em nossa cidade”.

Marcus Bambam (PV) explicou que a regulamentação não servirá para extinguir o Uber na cidade, mas para regularizar o serviço. “Vou conversar com vocês e também com os motoristas do Uber. Pedimos compreensão porque lutamos pela população”.

O vereador Felipe Auni também demonstrou apoio e relembrou que criou um projeto de lei que reconhece os taxistas como prestadores de serviço público alternativo de alta relevância. “Tenho certeza que nosso prefeito vai aprovar e transformará o dia 25 de julho no Dia do Taxista”.

Fonte: Divulgação Internet.


 

Abertura do canal de Barra de Maricá será provisória

De acordo com o presidente da Autarquia Serviços de Obras de Maricá (Somar), Renato Machado, a abertura do Canal da Barra de Maricá não será algo definitivo, mas sim emergencial. Autorizado pelo Inea após reunião com o prefeito Fabiano Horta na última quarta-feira (30/01), o serviço tem o objetivo de renovar as águas da lagoa, essencial para a revitalização do oxigênio e diminuição da mortandade de peixes e restauração de plantas nativas.

“É importante ressaltar que esta não será uma abertura permanente, e sim uma medida emergencial, que utilizará os picos de maré alta para oxigenar as lagoas. Fizemos uma batimetria e alguns estudos hidrográficos que mostraram que nos picos de maré alta a água vai entrar, e no pico de maré baixa ela vai soterrar a área. Desta forma, diariamente faremos trabalhos manuais para o controle da vazão”, explicou o presidente da Somar.

Seis máquinas, sendo duas escavadeiras de esteira e duas S90, fazem a retirada da areia e o aprofundamento da área, que tem cerca de 200 por 300 metros. “Pretendemos chegar no ponto de abertura no sábado (02/02), por volta de 10h ou 11h. Estamos trabalhando com muita intensidade e as máquinas estão fazendo a retirada de cerca de um metro cúbico de areia por minuto.”, afirmou Renato Machado.

Fonte: Divulgação Internet.


Maricá inicia operação de embarques offshore

Os vôos de operação Offshore já são uma realidade no Aeroporto Municipal de Maricá. Na manhã desta que sexta-feira (01/02) o presidente da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar), José Orlando, assinou um contrato com a Petrobras, e a empresa Aeróleo Táxi Aéreo S/A foi a primeira a utilizar a pista comercialmente.

De acordo com o prefeito de Maricá, Fabiano Horta, além de atender às demandas das plataformas de petróleo, a atividade também fomentará o turismo e aquecerá a economia da região. “Para nós, este é um marco do desenvolvimento local, hoje afirmamos Maricá como um polo do offshore, e estas atividades vão atrair outras empresas, que por consequência trarão mais empregos, mais renda e mais crescimento econômico”, afirmou Fabiano, ressaltando a satisfação em ver outras iniciativas se desenvolvendo a partir do início das operações.

“Ficamos felizes por já presenciar a integração da cidade. Estou vendo os taxistas abrindo um ponto permanente no aeroporto, e desta forma vemos a capacidade de arrecadação do município crescente em relação a isso, a atração de novos interesses econômicos que vão fazer a cidade avançar”, disse o prefeito.

Para o presidente da cooperativa Cooper Praça da Bandeira, André Luis Fonseca, de 38 anos, o funcionamento do aeroporto é um divisor de águas. “Seremos os primeiros a receber os clientes vindo das plataformas, mostraremos tudo o que a cidade possui. A partir de hoje, estaremos aqui sempre das seis horas da manhã em diante, com uma equipe formada inicialmente por dez táxis, podendo ser ampliada de acordo com a demanda”, contou André Luis.

Segundo o presidente da Codemar, José Orlando, este é apenas o primeiro grande fruto de um trabalho de dois anos. “Em teoria, é o início de uma nova história, a abertura de um livro do desenvolvimento econômico de Maricá, que vai gerar muitos empregos e muita renda”.

Inicialmente, uma aeronave fará o transporte diário de 16 a 18 passageiros. Em cerca de dez dias, um segundo helicóptero também fará o trabalho, e a expectativa é de que até o final do ano o espaço alcance um montante de 15 aeronaves. “Cada aeronave realizará seis voos diários (sendo três partidas e três chegadas). Acreditamos que em junho, já estaremos operando de sete a oito aeronaves. Até o final do ano, a expectativa é chegar a 15. O que nos dará um média de transporte diário de 1.500 passageiros”, explicou José Orlando.

Morador de Maricá, o passageiro Hugo Rangel, que tem 27 anos e trabalha com revestimento de poços, falou sobre a facilidade que será embarcar na cidade onde mora. “Antes eu precisava me deslocar até Cabo Frio para embarcar, e este percurso levava uma hora e meia. Dependendo do horário do meu vôo, ficava bem difícil, porque eu precisava ir um dia antes e ficar hospedado em algum hotel. Agora, partindo daqui, vou sair de casa tranquilo. O acesso será muito mais fácil e bem melhor”, finalizou.

Fonte: Divulgação Internet


Maricá é o cenário de gravações de filme nacional

O premiado diretor de cinema Ruy Guerra escolheu Maricá para gravar cenas de seu próximo filme, “História de um Crime”. As filmagens contam com o apoio da Prefeitura de Maricá, através da Secretaria de Cultura. Nessa terça-feira (04/12), a equipe do diretor montou o set de filmagem na Restinga, onde rodou imagens com cavalos. Já na segunda esteve no Recanto para filmar na areia da praia e no mar de Itaipuaçu.

A secretaria deu o suporte necessário às produtoras Mariza Figueiredo e Janaína Diniz Guerra, filha do cineasta, para que conduzissem os trabalhos nas locações no município. “Trabalhamos com baixo orçamento, basicamente prêmios como o Fundo Setorial do Ministério da Cultura, Ancine, enfim, CiaRio-Naymar, que cedeu todo o equipamento de filmagem, por exemplo. Sem essa ajuda seria praticamente impossível rodar um filme. O apoio da Prefeitura foi fundamental, importantíssimo para nós, principalmente por conta da proximidade com o Rio, que facilita demais”, comenta Mariza.

O roteiro, escrito por Ruy Guerra e Luciana Mazzotti, narra a história de um homem que tem duas mulheres iguais, que moram em casas iguais, sendo que uma é no oceano e a outra, no deserto. “Maricá é perfeita porque, em uma única locação, que é o caso aqui da Restinga, podemos filmar os dois ambientes da história: o deserto e o oceano. E isso implica economia e praticidade”, explica a produtora. Na trama, encenada pelas atrizes Simone Spoladore e Chris Ubach e pelos atores Emílio de Mello e Júlio Adrião, o personagem com as duas amantes é sugestionado a acreditar, por um amigo, que uma das mulheres pode estar querendo matá-lo. Isso tudo contado dentro de um estilo noir (o filme é todo rodado em preto e branco) e num clima de irrealidade. “Trata-se de uma obra aberta, em que cada espectador poderá tirar a conclusão que quiser”, ressalta a co-roteirista Luciana Mazzotti.

Nessa quarta-feira (05/12), a equipe terminou de gravar as últimas cenas, ainda na Restinga, e entra agora no processo de pós-produção do filme. Para a secretária de Cultura, Andréa Cunha, não haveria como negar o apoio para o trabalho de um diretor como o moçambicano Ruy Guerra: “Maricá não só investe em cultura na cidade, mas procura ser suporte para iniciativas ligadas à arte em geral porque acredita, sobretudo, na arte como construção de identidade e cidadania”, conclui.

A cidade vem se firmando como cenário de locações tanto para o cinema, como no caso do filme de Ruy Guerra e em outros já lançados – o mais recente foi ‘Os Farofeiros”, rodado em Itaipuaçu – como para produções destinadas às TVs abertas e a cabo, além de comerciais e videoclips musicais. Além da produção de Guerra, duas séries estão sendo rodadas neste momento na cidade: a segunda temporada de “Ilha de Ferro” e o novo programa com os humoristas Tatá Werneck e Eduardo Sterblitch, a série “Shippados” escrita por Fernanda Young e Alexandre Machado. Ambas as produções são da TV Globo e estão também recebendo suporte da Prefeitura nas locações por conta do trânsito.

Fonte: Divulgação Internet.


 

A População de Maricá  sofre com gestão dos ônibus ‘vermelhinhos’

Moradores de Maricá, principalmente do segundo distrito, que abrange os bairros de Barra de Maricá, Guaratiba, Bambuí, Cordeirinho e Ponta Negra, entre outros, vêm relatando nas rede sociais a má gestão da Empresa Pública de Transporte (EPT) e consequentemente dos ônibus Vermelhinhos, cuja ‘tarifa zero’ é sua marca desde o seu início.

Acontece que nesses bairros só há os ônibus da EPT e o transporte alternativo, que sem fiscalização, funciona quando e como bem querem. Segundo os moradores, os ônibus sofrem com falta de manutenção, de limpeza e, principalmente, pela irregularidade nos horários e trajetos.

Quem mora no loteamento de Marinelândia, em Cordeirinho, chega a ficar horas sem ver o ônibus passar na principal via da região, a Rua 107, devido a políticas da empresa que fazem com que os ônibus não passem por lá e tão pouco por perto.

Altos gastos

De acordo com o Portal da Transparência do Município de Maricá, foram gastos mais de R$ 10 milhões com a operação da EPT neste ano, o equivalente a aproximadamente R$900 mil mensais para transportar parte da população.

Fonte: Internet.


 

Maricaenses lamentam saída dos médicos cubanos da cidade

 

Com a decisão do governo de Cuba de se retirar do programa Mais Médicos, os cinco cubanos deixaram nesta quarta-feira (21) de atender nas cinco unidades de saúde da família no município e, na próxima semana, deixarão o Brasil. A decisão foi lamentada tanto pela Prefeitura de Maricá quanto pelos moradores da cidade, que vinham contando com um trabalho consolidado, bem realizado e bastante humanizado desde 2013, quando as equipes começaram a atuar no município. Ao todo, somente em Maricá, mais de 20 mil pessoas serão afetadas com a saída dos cubanos que atendiam as unidades dos bairros Bambuí, Santa Paula, Marinelândia, e em postos nos dois condomínios do programa Minha Casa, Minha Vida, de Itaipuaçu e Inoã. Só nesses dois locais são três mil famílias recebendo tal atendimento. Os médicos de Cuba também atendiam nas residências desses pacientes.

 

De forma emergencial, para não deixar os postos sem atendimento, a Secretaria de Saúde vai remanejar profissionais de outras unidades até que seja possível a contratação de novos médicos com perfil de atendimento para atenção básica. A secretária de Saúde, Simone Costa, destaca a importância da atuação dos médicos cubanos na Estratégia de Saúde da Família. “A formação acadêmica dos médicos de Cuba prioriza o tratamento do paciente de forma integrada visando fornecer assistência ao paciente como um todo, que é exatamente o perfil exigido pelo médico de família. Aqui no Brasil, a formação é para cuidar da doença, encaminhando os pacientes para os especialistas, por isso, hoje como gestora, entendo a importância desses profissionais”, ressaltou.

 

A aposentada e moradora do residencial Carlos Marighella, em Itaipuaçu, Ana Maria Felizardo Andrade, de 62 anos, lamenta a saída da médica cubana que atuava na unidade. “Vou sentir muito a falta dela por conta do tratamento diferenciado que ela me dava. Atenciosa, carinhosa e habilidosa. Vim de Minas Gerais e o médico de lá, me passou uns remédios que não me faziam bem. Hoje, minha pressão está totalmente normalizada e, graças a ela, estou bem de saúde”, salientou. Moradora do mesmo condomínio, a técnica de enfermagem e cuidadora de idosos, Verônica Coelho, de 61 anos, também está muito triste com a saída da médica cubana. “Esses profissionais doam o seu melhor aqui no Brasil. Fazem de tudo para nos atender bem. Eles não desistem enquanto não acham o que temos. A médica sabe de tudo que tenho, acompanha todo meu prontuário, me conhece, sabe dos meus problemas. Essa decisão é uma enorme injustiça com a gente e com os médicos que também planejaram estar aqui”, afirmou.

 

A moradora do residencial Carlos Alberto Soares de Freitas (MCMV), em Inoã, Regina Maria Souza da Silva, de 74 anos, também elogiou a médica cubana Tania Marin Alvarez. “Nunca fui tão bem atendida como era por ela. Atenciosa demais. Não só eu, como tenho a certeza de que todos os moradores daqui sentirão falta dela”, declarou. Gabriela dos Santos, de 19 anos, fez todo seu pré-natal com Tania e levava a filha Geovana Santana, de apenas um mês e 15 dias, para ser atendida. “Não acredito que a médica tem que ir embora. Criamos uma amizade a ponto de ligar para ela durante a gestação para trocar informações. É um atendimento humanizado, preocupado realmente com a nossa saúde. Coisa que dificilmente vemos nos médicos brasileiros”, lamentou a moradora.

 

Uma das cinco profissionais de Cuba, a médica Yorgelis Macias Almenares, com nove anos de formação (sendo seis dedicados à área de clínica geral e três especializada em Atenção Básica), atendia os 3.324 cadastrados do posto Brígida Machado, em Bambuí, além de fazer periodicamente visitas domiciliares para atender os pacientes acamados e mais idosos. Antes de ser a médica responsável por essa unidade, Yorgelis prestou atendimento para as famílias do MCMV de Inoã e também na Venezuela. Para ela, é muito gratificante poder usar sua profissão como instrumento para ajudar as pessoas. “O que mais me motivou é o amor que tenho em ser médica e poder exercer minha profissão”, destacou. Yorgelis ressaltou que o fato de alguns duvidarem de sua capacidade médica a entristece. “Estudei muito para ser médica e cumpri com excelência todas as etapas exigidas para estar nesse programa. Agora, duvidam do meu profissionalismo e da minha capacidade técnica? E outro fato é de que não somos obrigados a deixar nossas famílias por lá. Meu marido e minha filha de três anos ficaram em Cuba por opção. Agora em dezembro, eles viriam para celebrarmos o Natal”, acrescentou. Sobre o atendimento prestado nas unidades, a médica cubana frisou a necessidade de ouvir e examinar o paciente. “Considero que 90% do diagnóstico da doença é obtido ao examinar e ouvir com atenção e carinho os relatos dos usuários”, ressaltou.

 

Uma das pacientes de Yorgelis é a dona Eulália Francisca dos Santos, de 101 anos, moradora de Bambuí, que era atendida em casa pela médica cubana, assim como sua filha Maria José Santos, de 65 anos, e seu genro, José Carlos Castro, de 71 anos. “É uma grande perda para a cidade. São excelentes profissionais que dedicam seu tempo e muito amor para atender toda minha família. É um atendimento prestativo,  diferenciado e humanizado para descobrir o que temos”, frisou Maria José.

Fonte: Internet.


 

Ônibus movido a eletricidade é apresentado para a Prefeitura de Maricá

 

Em viagem realizada nesta terça-feira (07/08) pelas ruas do Centro de Maricá abordo de um ônibus híbrido (elétrico-hidrogênio), o prefeito Fabiano Horta conheceu a nova tecnologia sustentável. O passeio de apresentação do coletivo marcou o primeiro encontro entre o prefeito e Paulo Emílio de Miranda, responsável pelo projeto desenvolvido pela equipe do Laboratório de Hidrogênio (LabH2) da COPPE da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O secretário Geral e de Governo, Renato Machado acompanhou o trajeto.

A aproximação da prefeitura com a universidade objetiva no aperfeiçoamento da frota do transporte gratuito “Vermelhinhos”, sendo movida por matrizes de energia limpa como a elétrica e o hidrogênio, tornando-a ambientalmente sustentável. Dentre as vantagens deste tipo de veículo estão a tração elétrica, a não emissão de poluentes e o fato de ser mais silencioso. Ele ainda é constituído de pilha combustível, que gera a eletricidade abordo.

Outra novidade existente no coletivo é a regeneração de energia cinética em energia elétrica em processos de desaceleração e frenagem. Ou seja, sempre que o motorista desacelerar ou frear o ônibus, ele transforma a energia do movimento do veículo em energia elétrica, que também é utilizada em seu interior. Além disso, o coletivo possui sistemas que permitam trafegar a uma distância de até 330 km sem recarregar a bateria. Caso precise de eletricidade, ele pode ser recarregado em uma rede elétrica antes mesmo de sair da garagem.

De acordo com o secretário de Indústria e Portuária, Igor Sardinha, que acompanhou o prefeito durante a viagem, a parceria visa também alocar empresas no futuro Parque Tecnológico que será construído na cidade, a fim de desenvolver pesquisas no segmento e manter um eixo produtivo dessa tecnologia, gerando emprego para a população.

“Quando discutimos desenvolvimento de pesquisa, montadoras e empresas para que produza ônibus aqui, pensamos na cidade se mantendo sem os royalties lá na frente. Quando pensamos enquanto cidadão da necessidade que temos de preservar o planeta Terra, de mudar essa matriz energética e de passar a utilizar cada vez menos esses combustíveis poluentes, nós também damos um passo importante”, afirmou.

Também viajando no coletivo, o presidente da EPT, Lourival Casula ressaltou o desejo de ter a sua frota composta por ônibus com esta tecnologia mais sustentável.

Segundo Paulo Emílio de Miranda, que também é representante brasileiro na Associação Internacional para a Energia do Hidrogênio (IAHE na sigla em inglês), essa é a terceira geração do ônibus híbrido elétrico-hidrogênio, tendo seu primeiro protótipo demonstrado em 2010. Apesar de o projeto ter iniciado em 1999, quando deu início à parte teórica, os ônibus híbridos são usados somente dentro do campus para testes.

“Primeiro, que isso é uma mudança de paradigma. Se Maricá começa a usar o ônibus a hidrogênio, ela se adianta de um Brasil em uma transição energética que tomará o século XXI”, relatou.

Fonte: Divulgação Internet.


 

Prefeitura de Maricá inicia campanha de vacinação contra o sarampo

A Prefeitura de Maricá deu início, nesta segunda-feira (06), à Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo e poliomielite. Todos os 32 postos de saúde existentes na cidade estão aptos a atenderem cerca de 9.680 crianças de um ano a menores de cinco anos, o que representa 95% do público-alvo da campanha.

A ação de imunização tem o seu Dia “D” no próximo 18/08 e termina no dia 31. O atendimento acontece das 8h às 16h30. Segundo a gerente de imunização da Secretaria de Saúde de Maricá, Márcia Matos, a pasta recebeu duas cotas de vacina: a primeira com 4.600 doses e a segunda com 4.800, totalizando 9.400. “Uma criança vacinada protege outras.

Entre os sintomas causados pelo sarampo estão coriza, conjuntivite, exantema (pintas vermelhas) associados à febre acima de 38 graus. Para receber a imunização, a população deve levar o cartão de vacinação. Caso o adulto não possua o cartão, ele deve apresentar seu documento de identidade.

Fonte: Divulgação Internet.


Animais marinhos aparecem em praias de Maricá

Nos últimos dias, diversos animais marinhos vêm aparecendo no litoral de Maricá, alguns já sem vida. Os relatos nas redes sociais dão conta de que somente nos último fim de semana foram vistos três tartarugas marinhas mortas em praias como de Itaipuaçu e Guaratiba.

Nesta terça-feira (7) um Lobo-Marinho apareceu na areia da praia de Itaipuaçu. A animal aparentava estar debilitado e foi levado pelo PMB-BS (Projeto de Monitoramento de Praia da Bacia de Santos). Em caso como estes, é recomendado que não se coloque o animal de volta na água, pois o mesmo pode estar ferido. O indicado é acionar os biólogos do projeto pelo telefone 0800 0095444.

O lixo jogado na praia e levado ao mar é uma das maiores causas de morte de animais marinhos, como tartarugas, tubarões e golfinhos. Devido ao inverno que deixa as águas mais geladas ao sul, animais buscam águas mais quentes, ao norte, em busca de alimentes. Outra causa pode ter sido a mudança climática brusca.

Fonte: Divulgação Internet.


Recorde de inscrições para a “Corrida e Caminhada Cidade de Marica”

 

As inscrições para a 2º edição da “Corrida e Caminhada Cidade de Maricá” que acontece no próximo dia 10 de junho (domingo) foram encerradas com um número recorde de participantes. O evento, iniciativa da Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer, tem o objetivo de valorizar o atleta local e consolidar a modalidade no calendário esportivo da cidade. São 1500 vagas e as inscrições são gratuitas. A final da prova todos os participantes da corrida e da caminhada receberão medalhas personalizadas, mas só os três primeiros colocados, em cada uma das 13 categorias de corrida, receberão troféus.

O percurso da “Corrida e Caminhada Cidade de Maricá” será nas ruas da cidade, todas asfaltadas e sinalizadas com staffs e orientadores. O trajeto será marcado com placas sinalizando a quilometragem e contará com dois postos de água colocados em locais estratégicos. Os organizadores informam que poderão participar pessoas de ambos os sexos devidamente inscritos.

Com início as 8h da manhã a modalidade corrida contará com 8 km de prova e para se inscrever o atleta precisa ter idade mínima de 16 anos. A largada será na Ponte da Barra de Maricá, passando pelo Boqueirão em direção ao Centro sendo recomendado a todos os participantes que estejam no local determinado 50 minutos antes. Já a chegada será na Avenida Nossa Senhora do Amparo, Centro, em frente Igreja de mesmo nome.

A caminhada terá início as 8h30 da manhã e não há limite de idade para participar, o que torna a modalidade uma excelente atividade para fazer com toda família. Com 3 km de percurso, a largada será no começo do calçadão da Lagoa de Araçatiba, esquina com Avenida Ivan Mundin passando pela Estrada do Boqueirão; Avenida Pref. Odenir Francisco da Costa; Rua Álvares de Castro até o Centro. E, assim como na corrida recomenda-se que todos os participantes estejam no local determinado 50 minutos antes. A chegada também será em frente Igreja Nossa Senhora do Amparo.

Os organizadores informam ainda que todas as inscrições somente estarão confirmadas após o recebimento do e-mail da organização do evento e que todos que efetuarem a inscrição pela internet deverão preenchê-la corretamente sendo responsáveis por quaisquer erros de informações.

Serviço:

Corrida:

Data: 10 de junho (Domingo)

Horário da largada: 8h

Local da largada: Ponte da Barra de Maricá

Quilometragem: 8 km

Todos os participantes deverão estar no local até 50 minutos antes da largada

Idade mínima: 16 anos

Percurso da Corrida: Avenida Maysa, Ponte da Barra Maricá; Avenida João Saldanha; Avenida Ivan Mundin, Zacarias; Avenida Ivan Mundin, Estrada do Boqueirão; Avenida Pref. Odenir Francisco da Costa, Eldorado; Rua Álvares de Castro, Eldorado; Rua Barão de Inoã, Eldorado; Rua Abreu Rangel, 150 – Eldorado; Rua Pereira Neves, 205 – Eldorado; Avenida Nossa Senhora do Amparo, Centro (Igreja de Nossa Senhora do Amparo).

Caminhada:

Data: 10 de junho (Domingo)

Horário da largada: 8h30

Local da largada: Inicio do calçadão da Lagoa de Araçatiba, esquina com a Av. Ivan Mundin

Quilometragem: 3 km

Todos os participantes deverão estar no local até 50 minutos antes da largada

Idade mínima: Livre

Percurso da Caminhada: Avenida Ivan Mundin, Estrada do Boqueirão; Avenida Pref. Odenir Francisco da Costa, Eldorado; Rua Álvares de Castro, Eldorado; Rua Barão de Inoã, Eldorado; Rua Abreu Rangel, 150 – Eldorado; Rua Pereira Neves, 205 – Eldorado; Avenida Nossa Senhora do Amparo, Centro (Igreja de Nossa Senhora do Amparo).

Fonte: Internet.


 

Maricá recebe mais de R$35 milhões de royalties no primeiro mês de 2018

 

Segundo o Portal da Transparência, o município de Maricá (RJ) recebeu mais de R$ 35 milhões referentes aos repasses dos royalties de petróleo em janeiro de 2018.

Os dados, atualizados na última semana, mostra que a quantia não é tão alta quando comparado com a expectativa do município em arrecadar neste ano o montante de aproximadamente R$ 1 bilhão, sendo grande parte desse valor relativos aos repasses dos royalties.

Vale lembrar que em 2017 o município recebeu mais de R$680 milhões dos royalties, valor gasto em diversas áreas, como turismo, educação, segurança, obras, entre outros.

Fonte: Internet.


Em Maricá, Cervejaria Artesanal São José do Imbassaí presente no ‘Art&Bier’

A primeiro Cervejaria de Maricá, a Cervejaria Artesanal São José do Imbassaí, estará presente no evento ‘Art&Bier’ que começa nesta sexta-feira às 16h na praça Tiradentes, em Araçatiba.

Para este evento, a São José do Imbassaí levará dois estilos de cerveja: a pilsen premium e a ‘Biere de Garde’. Você não vai perder a oportunidade, vai?

O ponto alto do evento será às 21h, quando haverá o show com a banda ‘Thunderock’.

O evento reunirá ainda food trucks com os tradicionais hambúrgueres gourmet, massas e sanduíches, além de food bikes, shows e o concurso de chopp a litro. Para as crianças um espaço kids com uma programação infantil.

Fonte: Internet


 

Maricá recebe neste final de semana o Festival de Cerveja Artesanal “Art & Bier”

 

Maricá receberá neste final de semana, na Lagoa de Araçatiba, a primeira edição do festival de cerveja artesanal nos dias 09, 10 e 11 de março.

O evento tem início no dia 09/03, às 16h. No sábado e domingo o início será às 12h. A entrada é franca. O Festival Art & Bier vai reunir três marcas de cervejas artesanais: a Barão Bier, uma cervejaria de Nova Friburgo, fundada em 2012 que traz diversos estilos de chopps; a Goitacá Cervejaria, que trará cervejas produzidas em Campos dos Goytacazes, que homenageia a história, locais ícones, dialetos e costumes regionais; e a São José do Imbassaí, que é a primeira marca de cerveja artesanal de Maricá.

O evento reunirá ainda food trucks com os tradicionais hambúrgueres gourmet, massas e sanduíches, além de food bikes, shows e o concurso de chopp a litro. Para as crianças um espaço kids com  uma programação infantil.

Fonte: Internet.


Contribuinte terá duas formas de pagamento do IPTU 2018

Os contribuintes de Maricá terão duas formas para quitar o Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) referente ao ano de 2018. O valor poderá ser parcelado em 10 vezes ou pago em cota única com desconto de 15%.

O desconto de 15% na cota única é válido para pagamento até o dia 20 de fevereiro. Após essa data, o pagamento da cota única não terá mais o desconto.

A Prefeitura já iniciou o envio dos carnês para as residências através dos CEPs dos logradouros cadastrados. Caso o contribuinte não receba o seu carnê, poderá emiti-lo a partir do dia 10 de janeiro através o site www.marica.rj.gov.br/iptu-2 ou nos locais que serão disponibilizados pela prefeitura a partir do dia 20/01.

Para o exercício 2018 não houve aumento no IPTU. O valor foi apenas corrigido em 1,63% pelo INPC do período de outubro/2016 a setembro/2017. É cobrado no mesmo título do IPTU o valor correspondente à taxa de lixo e preço público. O valor da UFIMA para 2018: R$ 147,03 (Cento e quarenta e sete e três centavos). O desconto oferecido para pagamento em cota única incide somente sobre o valor do IPTU.

Com a campanha “Seu IPTU Vale”, a prefeitura apresenta aos contribuintes alguns investimentos realizados graças a arrecadação do tributo em 2017 como os mais de 1 milhão de atendimentos realizados na Atenção Básica de Saúde, o transporte gratuito com os Vermelhinhos que registraram mais de 2 milhões de passagens apenas sete meses de 2017, além de obras de pavimentação e urbanização de vias, a manutenção de 19 mil alunos na rede municipal de ensino com o fornecimento de todo material escolar e uniformes, segurança e cultura.

Os vencimentos para pagamento parcelado iniciam em 20 de fevereiro.

Parcelas:

1ª – 20/02

2ª – 20/03

3ª – 20/04

4ª – 21/05

5ª – 20/06

6ª – 20/07

7ª – 20/08

8ª – 20/09

9ª – 22/10

10ª 20/11

Fonte: Prefeitura de Maricá.


Recomeçam obras de revitalização na Lagoa de Araçatiba

As obras de revitalização que transformaram a orla de Araçatiba no local mais procurado de Maricá nos últimos dias de 2017 foram reiniciadas nesta semana. A segunda etapa das melhorias começa com a ampliação da pavimentação de mais um trecho do calçadão, entre a praça Tiradentes e a Rua 30 (que liga à Avenida Ivan Mundim). Operários da Secretaria de Obras iniciaram a retirada do antigo piso sextavado.

Entre os meses de novembro e dezembro, o trecho do bairro que beira a lagoa recebeu uma série de melhorias entre a praça e a Rua Jovino Duarte de Oliveira (onde fica o fórum da cidade), que incluiu pavimentação do calçadão e do leito da Rua Álvares de Castro – que também foi asfaltada até a altura do Canal da Cidade, no Centro.

A orla também ganhou uma academia ao ar livre e quatro novas quadras para vôlei de praia, futevôlei e futebol de areia, além de iluminação especial e esculturas na areia. O bairro voltou a receber a festa de réveillon, que foi a mais concorrida desta virada e teve show com o cantor Mumuzinho e uma grande queima de fogos, para um público de aproximadamente 50 mil pessoas.

Fonte: Divulgação Internet.


Parada LGBTI de Maricá 'lacra' em sua 5ª edição realizada no Dia Internacional dos Direitos Humanos

 

Por:

Paula Celestino

“Juntos na luta contra o preconceito e a homofobia.

Pelo direito a cidadania, somos as vozes da resistência.”

 

Recebemos nesse domingo, na Praça Orlando de Barros Pimentel, a 5ª Parada da Diversidade LGBTI+ de Maricá, com o lema Vozes da Resistência. O Jovem na Mídia esteve no evento e compartilha todos os flashs da nossa fotógrafa Beatriz César com vocês!

 

O evento teve seu início na tarde de ontem e contou com apresentações de poesias de rua, mais conhecida como “poesia marginal” do grupo RUASIA que vem crescendo e agregando cada vez mais os jovens de periferia com o lema: “Solte o verbo e venha ser feliz, porque ninguém manda no que a rua diz! Ruasia!”.

 

Como em toda parada, DJs animaram a praça com o melhor do pop, funk e eletrônico. Carol Sabá, Danny Lima e Mel foram alguns dos DJs convidados. Houve show de transformistas, participação especial da cantora Mica Condé e apresentação de dança com Boivi Real.

 

Também contamos com diversas secretarias de apoio ao mundo LGBTI+ prestando serviços gratuitos à comunidade, com total apoio da secretaria de Direitos Humanos e Cidadania. A Assistência Social, conscientizando e acolhendo a quem se interessasse. A secretaria de Saúde colocou a disposição testes para doenças sexualmente transmissíveis com resultado imediato.

 

Nesse mesmo dia, 10 de dezembro, é comemorado o Dia Internacional dos Direitos Humanos que visa homenagear o empenho e dedicação de todas as pessoas defensoras dos direitos humanos e colocar um ponto final a todos os tipos de discriminação, promovendo a igualdade entre todos os cidadãos.

Fonte: Site Jovem na Mídia (Maricá).


Prefeitura de Maricá divulga programação do Réveillon 2018

 

A prefeitura de Maricá divulgou a programação do réveillon 2018. O grande show será comandado pelo cantor Mumuzinho, na Praça Tiradentes, em Araçatiba.

Confira a programação completa:

Praia de Jaconé – Av. Beira Mar.
20h – Som Mecânico
22h30 – show com o grupo Forró Brasil
02h: término.

Praia de Ponta Negra – Av. Litôranea.
 20h – Som mecânico
21h – show com o cantor Rafael Caçula
23h30 – show com a cantora Rafaella Freire.
02h – término.

Praia de Cordeirinho – Rua 91.
20h – som mecânico
21h – show com o cantor Edinho Manhoso.
23h30 – show com o cantor Richard Viana.
02h – término.

Praia da Barra – Av. Maysa Monjardin Com a Rua 13.
20h – som mecânico
21h – show com o cantor Wagner Mariano
23h30 – show com o cantor Rickson Maiole.
02h: término

Praça Tiradentes – Araçatiba
20h – Som Mecânico.
21h – SHOW COM AS cantoras Jô Borges e Giane Mello.
23h30 –  Mumuzinho.
02h: término

Praia das Amendoeiras – São José do Imbassaí.
Rua K – Loteamento Parque de São José.
20h – som mecânico
21h – Show com o cantor Bruno Berner
23h30 – Show com a Banda me Puxa
02h: término.

Estrada de Cassorotiba – Bairro de Santa Paula – Próximo ao Condomínio Santa Paula.
21h – Som mecânico
22h30 – Show com a cantora Moniquinha Angelo
02h: término.

Rua Professor Cardoso de Menezes – Praia de Itaipuaçu.
20h – som mecãnico
21h – Show com o grupo Tô Kerendo.
23h30 – Show com o cantor Claudinho Guimarães.
02h: término.

Praia do Recanto de Itaipuaçu – Rua Adair Farah
20h – som mecânico
21h – Show com o cantor Bruno Fortes.
23h30 –  Show com o cantor Léo Lima.
02h: término.

Fonte: Prefeitura de Maricá.


 

Barra de Maricá ganhará novo calçadão, ciclovia e orla revitalizada

Uma série de obras de melhorias na Barra de Maricá vão transformar a região e algumas intervenções devem ser concluídas ainda em 2017. Além do calçadão da Avenida João Saldanha e da rotatória na junção com a Avenida Prefeito Ivan Mundim, as mudanças incluem macrodrenagem, urbanização e contenção contra ressacas na orla da praia.

Outra grande e importante intervenção é a execução da macrodrenagem que vem sendo feita entre as ruas 10 e 11, também próximo à orla. Homens e máquinas estão nivelando o trecho da Avenida Lirotânea, que antes tinham uma altura irregular. No solo está sendo colocada a pedra chamada de ‘rachão’, que ajuda a filtrar e facilita a drenagem da água das chuvas para dentro da terra e impede possíveis alagamentos. Após esta intervenção, será feita a pavimentação de toda a extensão da Avenida Litorânea, entre as ruas Um e João Frejat (antiga 13). Todas deverão ser concluídas até dezembro.

Calçadão da Barra será cartão postal do bairro

A construção do calçadão na Avenida João Saldanha avança. A parte já estruturada entre as ruas Zero e Um recebeu concreto e entrou na fase de acabamentos. No local, que receberá intervenções de paisagismo, também está sendo construída uma grande ciclovia.

No mesmo trecho já foram instalados cinco dos 50 postes de luz com quatro luminárias cada um, que ficarão espalhados no 1,5 quilômetro de extensão da via. Haverá ainda 48 canteiros arborizados (chamados ‘poços de visita’), plantação de árvores e uma pequena encosta gramada ao lado da ciclovia. A previsão de término da obra é em Abril de 2018.

Fonte: Divulgação Internet


 

Retirada de radares na RJ-106 gera discussão em sessão na Câmara de Maricá

Nesta semana alguns radares localizados na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106) foram retirados por falta de pagamento por parte do Governo do Estado à empresa que disponibiliza o serviço. A interrupção sem prévio aviso foi debatida por vereadores durante sessão ordinária ocorrida nesta quarta-feira (1) na Câmara Municipal de Maricá.

O vereador Felipe Auni (PSD) falou da falta de assistência dada pelo Governo do Estado a Maricá. Auni pediu cautela dos condutores.

“Tomem cuidado porque nossa rodovia está sem radar, visto que o Estado falido, mais uma vez vem prejudicar a população. Retiraram os radares da rodovia”, explicou Auni.

Marcinho da Construção (DEM) também comentou a retirada dos radares. O parlamentar foi além, pedindo que o Departamento de Estradas e Rodagens (DER) emita uma permissão para construção de passarela na rodovia na altura do km 1,5. Neste local há uma escola e estudantes estariam com dificuldades para atravessar a pista devido a grande movimentação de veículos e a falta de travessia segura.

“Tiraram os radares da nossa rodovia e isso só aumenta nossa preocupação. Sobre a passarela eu já havia feito uma solicitação. O Estado não mantém radar, imagina construir passarela. Queria pedir que concedam liberação para que o município construa as passarelas”.

O líder do Governo Fabrício Bittencourt (PTB) esclareceu algumas denúncias apresentadas pelos vereadores em sessões passadas. Ele apresentou notas fiscais comprovando também pagamento e fotos de um evento que ocorreu em uma pousada na cidade. O vereador Filippe Poubel havia denunciado que funcionário da EPT teriam alugado uma pousada para a realização de um evento e que a estadia não teria sido paga.

“Foram feitos orçamentos e não há ilegalidade no procedimento. O pagamento foi feito”.

Frank Costa (SDD) falou sobre a diminuição do salário do trabalhador que cairá em R$ 10.

“É triste saber que vão diminuir o salário. Eu sei que faz falta porque a maioria gasta com remédio, paga uma conta. Eu acho que R$ 10 faz muita falta”.

Após a sessão foi entregue moção por meio de Robgol (PT) a Áureo Matos Feijão, empresário do ramo imobiliário.

Segurança e Educação – Marcinho da Construção denunciou atos de vandalismo no Terminal Rodoviário de Itaipuaçu. Ele explicou que a Secretaria de Segurança se comprometeu em melhorar o policiamento no local.

“Alguns moradores denunciaram mais uma vez sobre vândalos que tem ido ao terminal e quebram assentos dos bancos em Itaipuaçu. A vontade de atrapalhar e destruir fala alto. Conversei com o Netto e ele afirmou que pedirá para a coordenação do Proeis para mandar equipes ao local para manter fiscalização”.

O vereador Ricardinho Netuno (PEN) elogiou o trabalho do Corpo de Bombeiros na nova base em Itaipuaçu. Ele explicou, no entanto, que o convênio entre Estado e Prefeitura de Maricá teria sido interrompido.

“O atendimento, infelizmente, foi suspenso e nossos profissionais não querem mais tirar serviço porque não estão recebendo salário. Eles explicaram que o problema é no Estado. A prefeitura tinha pago e não passou a eles. Temos um prefeito, por que não ligam para o Estado? Estou disposto a ir lá para cobrar o porquê de o pagamento não estar saindo”.

Marcus Bambam (PV) explicou que o convênio não foi encerrado. Ele disse que os pagamentos foram feitos, mas que o Estado não tem feito o repasse.

“Quem trouxe os Bombeiros para cá foi o prefeito Fabiano Horta que já vinha observando essa necessidade desde quando era vereador. O convênio não foi encerrado. O município tem pago há quatro meses e o Estado não repassou. Alguns profissionais não vieram porque não havia dinheiro para trabalhar”.

Após denúncias de que não haveria circulação regular de ônibus escolar no Espraiado, o vereador Ismael Breve (DEM), componente da Comissão de Educação, esclareceu que tem conversado com moradores da região que afirmam que os coletivos estão circulando normalmente.

“Constatei que ali passa o Vermelhinho e o Amarelinho”.

Ordem do Dia – Foi votado em primeiro turno o Projeto de Lei de autoria do vereador Rony Peterson (PR) que institui na cidade a Semana da Educação no Trânsito. Foi votado também parecer com emendas substitutivas ao PL de autoria do mesmo vereador que denomina a quadra de esportes e lazer situada no Marine como Quadra de Esporte e Lazer Maria das Graças de Souza Cruz.

Também foi votada moção de autoria do vereador Ricardinho Netuno (PEN) à senhora Valdenice Carvalho Madaleno.

Fonte: Divulgação Internet.


Maricá receberá projeto ‘Um dia sem carro, pela sua Saúde’ neste domingo (24)

Comemorado em diversos países e vários estados brasileiros, o dia sem carro terá em Maricá o seu momento. Organizado pela juventude do Partido Verde através do deputado mirim Israel Marinho com apoio do presidente Sergio Travi e do vereador Marcus Bambam, neste domingo (24).

O ponto de encontro será na praça Orlando de Barros Pimentel às 9h. A organização pede que seja levado 1kg de alimento para doação para participar de uma pedalada promovida pela juventude do PV.

O objetivo principal do projeto é estimular uma reflexão sobre o uso excessivo do automóvel, além de propor às pessoas que dirigem todos os dias que revejam a dependência que criaram em relação ao carro e moto.
A idéia é que essas pessoas experimentem, pelo menos nesse dia, formas alternativas e mobilidade, descobrindo que é possível se locomover pela cidade sem usar o automóvel e que há vida além do para-brisa. Exercícios simples, como caminhar ou andar de bicicleta, ajudam e prevenir doenças crônicas como obesidade, colesterol alto e hipertensão.

Fonte: Divulgação Internet


Prefeitura anuncia mudança no trânsito do Centro de Maricá

Uma série de mudanças de forte impacto no trânsito do Centro de Maricá, que deverão ser implementadas ainda neste ano, começam a ser mostradas a diferentes categorias que atuam na região. A primeira reunião ocorreu nesta terça-feira (19/09) com um grupo de taxistas na sede do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM). A eles foi anunciado que apenas quatro pontos desses motoristas vão permanecer nas atuais posições. Todos os outros serão realocados e os que ficam junto a prédios públicos serão substituídos pelas chamadas vagas sociais destinadas a idosos, gestantes e pessoas com deficiência.

As mudanças foram explicadas pelo secretário de Segurança, Ordem Pública e Trânsito de Maricá, Celso de Almeida Netto. Entre os principais pontos está a criação de um novo sistema de acesso e saída da região do Centro, que inclui a inversão de sentido da Rua Barão de Inoã para entrada e da Rua Ribeiro de Almeida (conhecida como ‘rua dos bancos’) para quem deixa a área. As ruas Domício da Gama e Abreu Rangel voltarão a ter mão dupla e terão seus pontos de táxi realocados. Netto antecipou, ainda, que apenas os pontos que ficam na Praça da Bandeira, na Avenida Nossa Senhora do Amparo, ao lado da Casa Digital e na Rua Barão de Inoã vão permanecer onde estão.

“Queremos que outros profissionais de praça venham conversar conosco, nos deem sugestões e avaliem o plano que vamos implementar. Convoco outros taxistas a virem conhecer esse que é um plano para a cidade, dentro da nossa filosofia de que as pessoas são mais importantes que as coisas. Estamos abertos ao diálogo”, frisou o secretário. A explicação agradou aos taxistas que conheceram as mudanças. “Para nós pareceu bem tranquilo, creio que o trânsito vai melhorar bastante”, projetou o motorista Paulo Sergio Moura, de 55 anos e que atua nas ruas há 28 anos.

Além dessas medidas, o secretário disse ainda que o acesso de caminhões ao Centro também será controlado. A carga e descarga de mercadorias terá horários e locais definidos e serão apresentados numa próxima reunião, agora com representantes da Associação Comercial do município. Serão criadas também novas vagas de estacionamento para veículos de passeio, além das vagas sociais próximas a prédios públicos.

Outras importantes alterações foram anunciadas. No final da Barão de Inoã, o curto trecho entre a esquina com a Álvares de Castro e a rotatória em frente à igreja matriz de Nossa Senhora do Amparo não terá mais passagem para carros. Dali, quem chega ao Centro terá outras opções: seguir pela Avenida Nossa Senhora do Amparo e pela Rua Pereira Neves, cuja mão também será invertida (para chegar ao hospital ou ir para a Barra de Maricá), acessar a própria Álvares de Castro circundando a igreja matriz ou retornar à Domício da Gama pela Rua Almeida Fagundes, passando pela Casa Digital.

Os motoristas também vão passar a acessar a ponte da Mumbuca pela Avenida Francisco Sabino da Costa e também pelo trecho da Rua Abreu Sodré entre a ponte e a Praça Conselheiro Macedo Soares. A atual rotatória que existe no local vai ter uma nova passagem que vai permitir o acesso. Nas ruas internas no Centro também haverá mudanças: parte da Rua Senador Macedo Soares, por exemplo, terá a mão invertida para criar uma confluência no sentido da Rua Abreu Rangel, através de um sistema binário com a Rua Athaide Parreiras em direção à praça. No lado oposto, ambas as ruas terão os sentidos mantidos.

Fonte: Divulgação Internet.


Maricá receberá R$ 5,2 bilhões em investimentos

No Rio de Janeiro, os novos projetos privados estão concentrados na Região dos Lagos e no Norte Fluminense. A perspectiva de crescimento das atividades petrolíferas estimulou o planejamento dos Terminais de Ponta Negra (TPN), na Praia de Jaconé, entre Maricá e Saquarema, voltado a atender a indústria de óleo e gás com o desenvolvimento dos campos no pré-sal.

O projeto da DTA Engenharia prevê investimentos de R$ 5,2 bilhões e a geração de 20 mil empregos diretos e indiretos em plena operação. Embora o projeto enfrente oposição do Ministério Público Estadual do Rio de janeiro (MPRJ), por supostamente afetar arenitos de praia (beach rocks), os executivos da DTA Engenharia acreditam receber em breve a licença de instalação pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea) para dar início às obras. O processo de licenciamento está em curso há cinco anos.

“Este é um projeto que tem zero de subsídio, de subvenção, de benefício fiscal. É 100% de capital privado, e temos parceiros interessados em formar consórcios no negócio”, disse Fernando Siriani, diretor da DTA Engenharia.

Fonte: Divulgação Internet.


Maricá e San Diego, na Califórnia (EUA), iniciam parceria

Maricá e San Diego, na Califórnia (EUA), iniciam parceria

Um protocolo de intenções entre as prefeituras de Maricá e de San Diego, na Califórnia (EUA), foi assinado no último sábado pelo secretário de Desenvolvimento, Comércio, Indústria e Petróleo, Alan Novaes, e pelo presidente da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar), José Orlando, para discutir e implementar metas mútuas do projeto de Cidade Inteligente. A iniciativa já está em desenvolvimento em Maricá e na cidade americana.

O projeto de San Diego é ambicioso. A cidade está implantando a maior plataforma de internet do mundo usando postes de iluminação pública inteligentes. São 14 mil pontos, com as lâmpadas conectadas sem fio. Desses, entre 3 mil e 6 mil serão dotados de sensores que permitirão otimizar áreas de estacionamento e ajudar no tráfego, além de melhorar a segurança para pedestres e de poder fazer o monitoramento da qualidade do ar.

O plano diretor de Maricá permite que a ‘Smart Cities’ seja implantada diante do plano de expansão do aeroporto, do desenvolvimento de um parque tecnológico e infraestrutura inteligente, criando uma cidade inteligente no futuro.

A iniciativa pode resultar em parcerias para desenvolver e capacitar consumidores, melhorar a qualidade ambiental, impulsionar o crescimento econômico e reduzir a dependência de petróleo. O objetivo é mover a cidade em direção a um futuro de energia mais focado no consumidor e ambientalmente consciente, abordando as necessidades energéticas do século 21.

O programa poderá atender a diversos setores. “O ‘Smart City’ integra informações na área de saúde, trânsito, iluminação através de sensores que são colocados na cidade, nos postes, com a intenção de prestar informações em tempo real para o centro de comando da prefeitura. O programa é financiado pela iniciativa privada e desenvolvido pela Universidade de San Diego. O sistema permite que, em caso de um acidente, as autoridades sejam avisadas imediatamente. Câmeras instaladas nas portas de escolas também garantem mais segurança”, avalia Alan Novaes.

David Graham, diretor adjunto de Operações da cidade de San Diego, acredita que a parceria entre as cidades irá contribuir para melhorar a qualidade de vida. “Estou muito ansioso para trabalhar com a cidade de Maricá. O longo plano de inovação que estão nos propondo tem ações que são similares aos projetos aqui em San Diego”, avalia.

“Nossa expectativa é compartilhar múltiplas informações para tornar Maricá uma cidade inteligente (Smart City)”, completa.

Os prefeitos ainda vão ratificar o protocolo e assinar um novo acordo de cidades irmãs, onde a prefeitura de San Diego disponibilizará todo o conhecimento técnico para preparação e instalação do sistema em Maricá. “San Diego é líder em desenvolvimento de projetos de energia limpa fotovoltaica, a número um dos Estados Unidos”, dredigi Graham.

“Temos muito conhecimento e histórico em projetos de energia global e em energia limpa. Estamos muito ansiosos para trabalhar com a cidade de Maricá num futuro próximo, provendo energia limpa, mudanças e melhorando o ambiente”, completa.

A colaboração produtiva entre as cidades pode proporcionar a modernização da gestão. “Buscamos enxergar como San Diego trata da gestão da cidade usando o conceito de ‘Smart City’. Através de uma cooperação entre as duas cidades, queremos aproveitar um pouco do que eles têm e como utilizam as tecnologias”, analisa José Orlando. “A população é quem vai tirar proveito de tudo”, conclui o presidente da Codemar.

Fonte: Jornal O Dia / IG


 

Maricá é o município que recebeu mais verbas dos royalties de petróleo em 2017

Maricá é o município que recebeu mais verbas dos royalties de petróleo em 2017

De acordo com o Portal da Transparência, o município de Maricá foi o que mais recebeu recursos provenientes dos royalties do petróleo neste ano.

Somente nos quatro primeiros meses deste ano, Maricá já recebeu mais de R$ 152 milhões. Os outros grandes produtores de petróleo, como Campos dos Goytacazes e Macaé ficam logo atrás, tendo arrecadado R$ 96 milhões e R$ 67,7 milhões, respectivamente.

Em Maricá, os recursos dos royalties são gastos de formas variadas. No portal da transparência do município, há despesas com o custeio do Bilhete Único Universitário (R$ 737 mil); obras de revitalização nos bairros; propaganda do governo (R$ 1,9 milhão); Moeda Social Mumbuca (R$ 5,7 milhões); entre outros.

O prefeito de Maricá Fabiano Horta já tem preocupações sobre o período pós-royalties, pois os repasses são referentes à exploração do recurso não renovável. As alternativas são muitas e passa também pela produção agropecuária, turismo, entre outras áreas que estão tendo mais atenção e planejamento no governo Horta.

Fonte: Divulgação Internet.


 

Carro explode durante abastecimento de GNV em São Gonçalo

Carro explode durante abastecimento de GNV em São Gonçalo

Durante um abastecimento de Gás Natural Veicular (GNV) no posto Trevo, localizado na rua José M. de Campos, no bairro Columbandê, em São Gonçalo, um veículo explodiu e deixou feridos.

Ainda não há informações sobre as causas do incidente, que destruiu completamente o veículo. Provavelmente o cilindro não suportou a pressão e explodiu. Moradores da região relataram que ouviram um forte barulho no posto, ocorrido durante a explosão.

Uma mulher morreu no incidente e o motorista do veículo ficou gravemente ferido. Quatro pessoas ficaram feridas ao total e foram encaminhadas para o Hospital Estadual Alberto Torres pelo Corpo de Bombeiros.

Foi identificado como Jorge Siqueira de Souza, 45 anos, o motorista do SpaceFox prata placa KVS 5878 que explodiu durante abastecimento, em um posto de combustíveis no bairro Colubandê, em São Gonçalo, na noite deste sábado, dia 8 de abril.

Ele permanece internado em estado grave no Hospital Estadual Alberto Torres, no mesmo bairro. A mulher que estava no banco do carona, identificada como Érica de Lima Thiengo Siqueira, 27, não resistiu aos ferimentos. Outras duas pessoas ficaram feridas mas sem gravidade e foram liberadas após receberem atendimento médico.

Uma Lei Municipal na capital obriga o abastecimento somente com pessoas fora do veículo, o que é não é cumprida na maioria dos postos de GNV. O mesmo acontece em Maricá, onde os vereadores aprovaram a lei, que não é respeitada.

Fonte: Divulgação na Internet.


 

 

Maricá inicia vacinação contra a febre amarela na segunda-feira (27)

O Estado liberou 2 mil doses de vacina contra a febre Amarela para o município de Maricá, para aplicação apenas em casos específicos. Nesta quinta-feira (23/03), a Secretaria de Saúde fez a capacitação das equipes que receberão as vacinas e nesta sexta-feira (24/03) será iniciada a distribuição para os postos. Inicialmente apenas quatro unidades farão a vacina: Posto de Saúde Central (Centro) , PSF Marinelândia (Cordeirinho), PSF Jardim Atlântico ( Itaipuaçu) e PSF Inoã 1 (Inoã). “À medida em que formos recebendo mais doses distribuiremos entre as demais”, informa a coordenadora de Imunização, Núbia Brum. A vacinação para a população começa na segunda-feira (27/03), a partir das 8h, mas apenas para pessoas que estejam se deslocando para áreas de endemia. Será feita por ordem de chegada e vai durar conforme a quantidade de doses ofertada por dia em cada posto.

O município estima vacinar de abril a dezembro deste ano 116 mil pessoas, na faixa etária de 9 meses a 59 anos. É importante reforçar que a vacina é contraindicada para gestantes, mulheres amamentando crianças menores de 6 meses, crianças menores de 9 meses de idade e idosos (acima de 60 anos só serão vacinados se apresentarem laudo médico liberando para a vacinação, sem este documento não serão vacinados). Maricá não tem nenhum caso de febre amarela (nem mesmo suspeito) e a vacinação para a população em geral acontecerá aos poucos, durante o ano. A Secretaria de Saúde garante que todos serão vacinados e pede calma. Pessoas com doenças auto imunes, transplantados, deverão ser avaliados pelo médico e apresentar a indicação para vacinar, alérgicos a ovo também não poderão ser vacinados.

Fonte: Divulgação Internet.


 

 

Maricá irá implantar projeto “Horta nas Escolas”

Na manhã da última quinta-feira (09/02), aconteceu a primeira reunião de planejamento do projeto “Horta nas Escolas”, com a equipe da Secretaria de Agricultura Pecuária e Pesca, na sede, que ganhou mais força com a chegada da professora Renata Moraes para fazer a ponte entre a Secretaria de Educação e a SECAPP.

A equipe do projeto é composto também pelos professores Carlos Eduardo Airoza e Vanda Rúbio. No suporte técnico está o agrônomo Cláudio Mattos e Claudine Frizzera.

O projeto visa incentivar o cultivo de produtos orgânicos, e possivelmente mais saudável, que poderá ser utilizado na alimentação dos próprios alunos e professores. O projeto também educa as crianças para o consumo responsável de alimentos, com as crianças aprendendo desde o semeio à colheita.

Fonte: Prefeitura de Maricá.


 

Coletivo da Nossa Senhora do Amparo é assaltado

Coletivo da Nossa Senhora do Amparo é assaltado

Um ônibus da Viação Nossa Senhora do Amparo foi assaltado por um trio de criminosos na noite desta segunda-feira (6). Cerca de 25 passageiros tiveram os seus pertences roubados.

Segundo a polícia, os criminoso desembarcaram na altura do bairro do Rio do Ouro, em São Gonçalo, e entraram em veículo que estaria fazendo a escolta.

O motorista levou o coletivo para a 82ª DP (Maricá), onde as vítimas fizeram o registro de ocorrência pelo site da Polícia Civil em razão da greve da categoria.


 

O Novo hospital estará pronto até o fim do ano, garante prefeitura de Maricá

Maricá: Novo hospital estará pronto até o fim do ano, garante prefeitura

A prefeitura de Maricá garantirá até o final deste ano a entrega do novo hospital municipal Ernesto Che Guevara pronto.

A obra tinha previsão de término para setembro de 2016, mas atrasou e está com obras em 65% concluídas. A unidade municipal contará com 3 blocos tendo 138 leitos de internação, CTIs, consultórios médicos, pronto atendimento 24 horas para politraumatizados, além de refeitórios, vestiários, administração e salas de TI.
“Até o final do ano a obra estará concluída.

A nova unidade, além de servir de referência na região, vai aliviar a demanda do atual Hospital Municipal Conde Modesto Leal (HMCML), no Centro da cidade”, disse o secretário de obras Marcos Câmara.

Fonte: Prefeitura de Maricá.


 

Ouvidoria Municipal de Maricá também no WhatsApp

A Ouvidoria Municipal da Prefeitura está mais perto do cidadão. O órgão disponibiliza dois canais de atendimento onde o morador de Maricá poderá enviar suas denúncias, sugestões e solicitações. O telefone para contato é (21) 3731-1467. Um canal no aplicativo WhatsApp vai permitir o envio de mensagens ao setor pelo número (21) 96675-3078. O atendimento da Ouvidoria acontece de segunda à sexta-feira, de 9h às 17h.

Fonte: Prefeitura de Maricá.


 

 

Tornado de baixa intensidade causa prejuízos em bairro de Maricá

Um tornado de baixa intensidade atingiu quiosques e casas na beira do loteamento Praia das Amendoeiras, em São José do Imbassaí, em Maricá. O incidente causou prejuízos no final da tarde da última quarta-feira (25), tendo derrubado árvores, muros e destelhado quiosques e casas.

Moradores da região ficaram sem o fornecimento de energia elétrica por pelo menos 12 horas após o tornado. Testemunhas contaram que, durante a passagem do tornado, o fundo da lagoa podia ser visto, devido a forte intensidade dos ventos.

Funcionários da prefeitura realizaram o corte das árvores para liberar a via para a passagem de veículos e pedestres.

Fonte: Prefeitura de Maricá.


 

A Prefeitura de Maricá tem mais Secretarias do que Brasil tem Ministérios

Maricá tem mais secretarias do que Brasil tem ministérios

A cidade de Maricá, que ganhou fama nacional após um comentário infeliz do então prefeito do Rio, Eduardo Paes, tem pouco menos de 150 mil habitantes e 31 secretarias. Comparando com o governo federal, são 7 secretarias a mais.

Entre as pastas que não apresentam razão de ser estão as de Assuntos Religiosos, Atividades Recreativas e Mobilização Olímpica e Paraolímpica, já que existe uma dedicada aos esportes.

Fonte: Divulgação Internet.


 

 

Maricá participa do espaço olímpico

Maricá está participando das olimpíadas dentro do Espaço Rio 2016, destinado a mostrar o melhor que o estado tem a oferecer. Instalado no Boulevard Olímpico, o local fica em um armazém histórico na região portuária – em frente à estação Utopia/ VLT e ao Galpão da Utopia, onde hoje está instalada a exposição NBA, da liga de basquete dos EUA. São 7 mil metros quadrados de área e no estande do Espaço Rio 2016 cinco municípios estarão se apresentando de cada vez. A participação de Maricá se dará desta sexta-feira (12/08) a 16 de agosto, com esquipes da Secretaria Municipal Adjunta de Desenvolvimento Econômico e da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Maricá (Codemar), que organizaram a participação da cidade, distribuindo material de divulgação turística que mostra seu potencial nesse setor e os avanços dos últimos anos tanto nessa área quanto na economia, nas políticas sociais e de proteção ao meio ambiente.

Além da participação com material gráfico, a Prefeitura de Maricá faz apresentações periódicas do vídeo institucional produzido no início desde ano, em revezamento com os demais 26 municípios participantes. O vídeo também é exibido na área lateral do estande, em um telão no local onde é apresentado os Jogos. O Espaço Rio 2016, aberto ao público, funcionará até o encerramento das olimíadas e, além da participação dos municípios, oferece simuladores de escalada, luta de boxe e vôlei (saque), uma sala com telões de LED em 360 graus para passeios virtuais por paisagens cariocas, além de um pebolim (totó) humano. O evento, sempre lotado, está recebendo turistas, empresários, representantes da diplomacia internacional e de governos participantes.

O evento ajuda, ainda, a conectar investidores, empresários e executivos de agências de desenvolvimento e fomento – daí o interesse da participação de Maricá, que já participou, através da secretaria e da Codemar, das feiras internacionais de investimento imobiliário Mipim, em Cannes (2014 e 2016) e da Expo Italia Real Estate (Milão, 2013). Haverá, ainda, debates e mesas redondas com discussões e painéis sobre o futuro da moda, do turismo e da tecnologia. A previsão dos organizadores é a de reunir cerca de 3,5 mil empresários, investidores e autoridades de todo o mundo no local. O Espaço Rio 2016 fica na Central Técnica de Produção do Teatro Municipal, na Avenida Rodrigues Alves, 303, e está aberto das 10h às 19h.

Fonte: Prefeitura de Maricá.


 

 

 

Em Maricá, Jogadores de ‘Pokémon Go’ marcam primeiro encontro

Maricá: Jogadores de ‘Pokémon Go’ marcam primeiro encontro

O jogo ‘Pokémon Go’ foi lançado há dois dias no Brasil e em Maricá os treinadores já marcaram o primeiro encontro.

O evento está marcado para as 19h do próximo domingo (7) na Lottus Pizzaria e Petiscaria, localizada na Avenida Nossa Senhora do Amparo, no Centro de Maricá. De acordo com a organização do evento, o local será um futuro PokeStop e que durante o evento será liberado Pokelures no local. Não está entendendo nada? Nós explicamos.

O PokeStop é um local onde os treinadores Pokemon podem se reunir e encontrar ítens para continuar jogando o jogo ‘Pokémon Go’, que é baseado no GPS do celular para capturar pequenas criaturas virtuais. Num PokéStop o jogador pode pegar mais Pokébolas, GreatBalls, UltraBalls, entre outros ítens. Numa PokéStop também são atraídos diversos pokémons que aparecem para todos os treinadores.

Mais informações podem ser obtidas através da página do evento:https://www.facebook.com/events/1712293739035679/?active_tab=highlights

Fonte e Foto: Internet.


 

 

Terminal de ônibus em Itaipuaçu sofre com abandono

Itaipuaçu: Terminal de ônibus sofre com abandono

O terminal rodoviário de Itaipuaçu, construído pela Viação Nossa Senhora do Amparo e administrado pela Prefeitura, está abandonado.

Faltam produtos de limpeza, papel higiênico, torneiras e descargas estão sem água e assentos estão quebrados. Funcionários do local interditaram o banheiro feminino.

Além de todos esses problemas, as secretarias que deveriam funcionar no local, encontram-se fechadas.

Fonte e foto: Internet.


 

 

Após muitas reclamações e apelos, prefeitura cede e reforma banheiros do terminal rodoviário

Maricá: Após reclamações, prefeitura reforma banheiros do terminal rodoviário

Após diversas reclamações de usuários e apelos sobre o estado precário em que estavam os banheiros do terminal rodoviário do município, a prefeitura realizou uma obra nos últimos meses e deu fim aos problemas encontrados.

De acordo com os usuários, a prefeitura  melhorou os banheiros,  colocou novas torneiras, porta nos boxes, descargas e  saboneteiras.

banheiro-rodo1


O local foi reformado e espera-se que os usuários conservem, afinal, dinheiro público foi investido e todos pagamos pelas obras.

Fonte: Divulgação na Internet.


 

 

Jacarés assustam moradores do Parque Nanci

Maricá: Jacarés assustam moradores do Parque Nanci

Para muitas pessoas apenas contos de antigos moradores, mas é fato que a região é habitada por diversos jacarés, e prova disso é a foto publicada pelo internauta Pontes Junior que comprova a existência dos répteis na localidade.

O flagrante feito pelo internauta foi na Avenida dos Pombos, onde há um canal que corta o bairro Parque Nanci. Ele comentou com a nossa equipe que viu apenas a cauda dos animais na última quinta-feira (30), mas que nesta sexta-feira (1º), passando de carro, ele viu um deles e parou para fotografar.

Os moradores da região temem que os jacarés possam atacar crianças nas ruas. Em junho do ano passado, agentes da Defesa Civil foram chamados para retirar um jacaré que estava no local, mas eles não conseguiram capturar o animal.

Fonte e foto: Internet.


 

 

Moradores do Caju e Bambuí ganham Parque de Exposições e Rodeios

Maricá: Moradores do Caju e Bambuí ganham Parque de Exposições e Rodeios

A Secretaria Municipal Adjunta de Obras entregou mais um equipamento público para a população de Maricá. O Parque de Exposições e Rodeios, localizado na Rua 1º de Maio, no bairro Caju, foi inaugurado oficialmente na manhã desta sexta-feira (01/07). O secretário adjunto de Obras, Marcos Câmara, transferiu a gestão do local ao secretário adjunto de Políticas Especiais, Amilcar Carvalho. O parque possui uma arena, três baias, um depósito, um vestiário, três banheiros, sendo um adaptado para portadores de necessidades especiais, uma área de churrasqueira e uma copa, um coreto de observação com banheiro para juízes de eventos, sala de administração e bilheteria de acesso. Os investimentos na obra somam R$ 350 mil.

O local é conhecido da população dos bairros Caju e Bambuí e é ideal para eventos com animais de grande porte como cavalos e gado. O arquiteto responsável pelo projeto, Francisco Lameira, reforçou ainda que “durante a execução das obras todas as árvores foram preservadas”. Marcos Câmara exaltou a inauguração de mais um espaço público para a população. “Mais uma obra que inauguramos. Esse governo acompanha o crescimento da população e o aumento da demanda por locais de recreação e lazer. E o Parque de Exposições e Rodeios atende às características dos moradores dos bairros Caju e Bambuí”, afirma. Já Amilcar Carvalho, responsável pela gestão do parque, salientou a importância de mais um espaço para a cultura e lazer. “Estamos muito honrados em ocupar esse espaço. Pretendemos colaborar com a educação e a cultura de Maricá. É mais um espaço a ser ocupado pela juventude da cidade”, disse.

Fonte: Divulgação na Internet.


 

 

Praça Conselheiro Macedo Soares, em Maricá,  recebe o Motorock Fest

Maricá: Praça Conselheiro Macedo Soares recebe o Motorock Fest

A Praça Conselheiro Macedo Soares (Praça do Turismo) receberá neste sábado (04/06) a partir das 17h o I Motorock Fest, que vai reunir centenas de motociclistas e amantes do bom e velho rock’n’roll. O evento, realizado pela Prefeitura de Maricá, através da Secretaria Municipal Adjunta de Turismo, foi idealizado a partir da reunião de seis amigos que se encontram todas as quintas-feiras em bares do centro da cidade para trocar ideias e conversar sobre motociclismo e rock. Segundo um dos organizadores, Georg Krause, a ideia é reunir outras pessoas da cidade que gostam de ambos os assuntos em um mesmo espaço. A noite vai contar com shows gratuitos das bandasTolos de Pedra, Amakina e Custom Sound.

Os organizadores, que fazem parte do Grupo “Quinta Motos” querem aproveitar ainda a noite para arrecadar alimentos não perecíveis e destiná-los ao Núcleo de Atividades Interativas e Recreativas (Nair). “Quem puder nos ajudar doando 1 kg de alimento não perecível estará fazendo uma boa ação para quem precisa”, acrescentou Georg. A expectativa é de que a praça fique lotada já que foram convidados diversos motoclubes de todo o estado.


 

Primeira Cervejaria Artesanal de Maricá expande suas atividades

A primeira Cervejaria Artesanal de Maricá tem expandido desde que entrou em obras, há cerca de dois meses. As cervejas artesanais são produzidas pelo Mestre Cervejeiro Edison Carlos em São José do Imbassaí, bairro que dá o nome da cervejaria, e em breve será também um ponto turístico da cidade, com visitação ao local de produção e degustação das cervejas produzidas no local.

Fomos convidado pelo Edison para conferir como está o local e ficamos impressionados com a expansão. Onde antes haviam umas panelas para a produção da cerveja, uma pequena câmara frigorífica e uns barris, hoje virou uma plataforma de produção, com diversos tanques fermentadores.

Cervejas são produzidas pelo Mestre Cervejeiro Edison Carlos (foto: João Henrique).

Diversos estilos de cervejas são produzidas no local, sendo a Abadia uma das que mais faz sucessos, mas também há outras como a Biere de Garde e a Stout, ambas com grande aprovação dos clientes. A Cervejaria de Maricá também ganhou destaque em feiras gastronômicas em que marcaram presença, sendo as cervejas artesanais da cidade umas das mais comentadas.

 

G.R.E.S. HERDEIROS DE MARICÁ 

FOTOS CARNAVAL 2015

FOTOS CARNAVAL 2014

FOTOS CARNAVAL 2013

Seja Um Sócio Torcedor

Informações

alexardso@gmail.com


 


Contato

E-mail: alexardso@gmail.com 


  

 

Atenção

 Maricá é o seu destino no feriado? Se você curte esportes, dê uma passada na Praia da Barra, na altura da rua 11, onde a galera do slackline e da acroyoga se reúnem para treinar as manobras! Para os menos radicais, na Lagoa de Araçatiba rola vôlei de areia! Não esqueça a câmera para registrar tudo e postar nas redes socias.

Grande Abraço!

Alexandre Souza.

topo