Alexandre Souza, em Defesa do Povo e da Cidade de Maricá.

    


                                                                  

 

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 3.1/5 (2240 votos)

ONLINE
1


Partilhe esta Página



Total de visitas: 79389
Política
Política

Polícia Federal impede saída do ex-Prefeito Quaquá do país

O ex-prefeito de Maricá e atual Presidente Estadual do PT, Washington Quaquá, foi impedido pela Polícia Federal de sair do Brasil na última quinta-feira (21). A informação foi divulgada nesta quarta-feira (27), pelo jornalista Marcelo Bessa.

Quaquá estava prestes a embarcar, no Aeroporto Internacional Tom Jobim, Na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, quando foi interceptado pelos agentes e impedido de viajar. Quaquá iria viajar para Portugal.

A Polícia Federal ainda não divulgou o motivo pelo qual impediu a viagem do ex-prefeito de Maricá. O passaporte de Quaquá foi retido e ele está impedido de deixar o Brasil.

Em seu facebook, antes de viajar, Quaquá fez questão de mostrar que estava indo trabalhar e estudar em Lisboa. “Quero dizer e mostrar que estou indo trabalhar e estudar em Lisboa e que estarei todo mês aqui para ficar uma semana no Brasil (em Maricá na minha casa). E março, inclusive, vou antecipar e ficar 15 dias devido a audiência que tenho na justiça sobre o aeroporto de Maricá no dia 18”, disse Quaquá.

Fonte: Internet.


Maricá terá um ‘novo’ vereador: Alberto da Maricaense

Com a posse de Filipe Poubel (PSL) na Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, o primeiro suplente Alberto da Maricaense (DEM) aguarda para tomar posse na Câmara de Vereadores de Maricá.

A posse de ‘Albertinho’, como é carinhosamente chamado, está prestes a acontecer. Ele já foi vereador em Maricá por diversos mandatos em Maricá, tendo ficado de fora do legislativo durante os últimos 7 anos.

Ainda não se sabe se haverá uma sessão extraordinária para a posse. Vale lembrar que o ano legislativo só terá início no dia 18 de fevereiro.

Fonte: Divulgação Internet.


 

O Governo do Prefeito de Maricá, Fabiano Horta, termina 2018 com mais de 80% de aprovação de internautas

Em última enquete feita pelo site ‘Maricá Info’, o prefeito Fabiano Horta (PT) aparece com 83,1% de aprovação, considerando os 51,3% que classificaram o governo como excelente, os 19,7% que acham o governo ótimo e 12,1% que acham o governo bom.

Apenas 7% reprovam o governo, sendo 4,2% ruim e 2,8% como péssimo. Os outros 9,9% dos internautas classificaram o governo Fabiano Horta como mediano. Vale lembrar que a enquete não possui metodologia científica e é usada apenas com caráter informativo das opiniões coletadas através do nosso site.

Na enquete também perguntamos aos nossos internautas sobre a área que mais carece de investimentos em Maricá. A maioria escolheu a área da Saúde (40,3%); seguido de Saneamento Básico (29,3%); Emprego (15,5%); Segurança Pública (7,3%); Transporte (5,6%) e Educação (7%).

Fonte: Divulgação Internet.


Prefeitura de Maricá terá cinco novas secretarias a partir de 2019

A Prefeitura de Maricá enviou para a Câmara de Vereadores do Município a criação de mais cinco novas secretarias, além de uma autarquia pública de Obras, intitulada Autarquia Municipal de Serviços e Obras de Maricá, a SOMAR.

Serão cinco novas secretarias que deverão mexer diretamente com a composição do governo. Serão criadas as secretarias de: Iluminação Pública; Comunicação Social; Relações Institucionais; Políticas Sociais Estratégicas e Gestão de Metas e de Desenvolvimento Econômico e Comércio, Indústria, Petróleo e Porto.

Não foram anunciados os nomes que irão comandar essas pastas.

Fonte: Divulgação Internet


Moção do parlamento britânico defende liberdade de Lula

Pedido reforça condição de preso político do ex-presidente, que foi arrancado do processo eleitoral para que Bolsonaro pudesse vencer a disputa

Uma moção assinada por dez integrantes do parlamento britânico pede a liberdade do ex-presidente Lula, reforça sua condição de preso político, que foi arrancado do processo eleitoral para que Jair Bolsonaro pudesse vencer a disputa e também denuncia as políticas de extrema direita do presidente eleito, que ameaçam a democracia e os direitos das minorias no Brasil. Os signatários são Jonathan Edwards, Kelvin Hopkins, Clive Lewis, Ian Mearns, Grahame Morris, Lloyd Russell-Moyle, Liz Saville Roberts, Dennis Skinner, Christopher Stephens e Chris Williamson.

“Que esta Câmara está alarmada com a eleição do candidato de extrema-direita Jair Bolsonaro como presidente do Brasil; observa seu apoio à ex-ditadura no Brasil e seus comentários de que deveria ter matado dezenas de milhares de pessoas a mais; observa ainda as suas declarações a favor da tortura e das execuções extrajudiciais por parte da polícia; manifesta sua profunda preocupação com as recentes declarações de um expurgo de rivais políticos em uma limpeza como nunca vista na história do Brasil; rejeita suas observações ameaçadoras contra as organizações da classe trabalhadora, as mulheres, a grande população negra do Brasil, os sem-teto, a comunidade LGBT e as organizações não-governamentais; observa que o ex-presidente Lula era o favorito para vencer a eleição presidencial até ser preso e impedido de participar de uma ação condenada pelo Comitê de Direitos Humanos da ONU; observa que o juiz Moro, que realizou a investigação sobre Lula, aceitou, desde a eleição, a indicação de Bolsonaro para ser ministro da Justiça do Brasil; pede a libertação de Lula; e expressa seu apoio aos brasileiros que defendem a democracia, os direitos humanos e o progresso social.”

Fonte: http://www.pt.org.br.


 

 

WASHINGTON QUAQUÁ CHAMA WILSON WITZEL DE JUÍZ SAFADO !!!


Maricá na mira de Bolsonaro

O município de Maricá (RJ), é o único no estado do Rio de Janeiro a ser administrado por um prefeito do PT, Fabiano Horta. Defensor do ex-presidente Lula e da candidatura de Fernando Haddad (PT), Horta foi para as ruas no segundo turno para fazer campanha para o candidato do seu partido.

Bolsonaro mira em Maricá e tem na cidade um grande aliado do seu partido, o Deputado Estadual Eleito Filippe Poubel (PSL). Outro aliado é o Deputado Federal Marcelo Delaroli (PR). Poubel obteve mais de 12 mil votos, uma votação muito expressiva para um candidato de oposição e que não teve apoio de vereadores da cidade. No Estado, Poubel obteve mais de 27 mil votos.

Em um vídeo gravado pelo Deputado Federal Marcelo Delaroli (PR) na casa do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL) diz que Maricá vai se livrar do PT “Vamos brevemente ficar livres em definitivo do PT aí na cidade. Estamos juntos, até a vitória.” Declarou Bolsonaro.

Poubel ainda não se pronunciou sobre uma possível candidatura sua, ou até mesmo como vice de uma chapa, para disputar a prefeitura de Maricá em 2020, mas com a eleição de Jair Bolsonaro para presidente e de Wilson Witzel (PSC) para o governo do Estado, Poubel ganha forças e poderá ter apoio de ambos na disputa para o governo municipal, o que preocupa a cúpula do PT, que tentará reeleger o atual prefeito Fabiano Horta (PT), que tem feito um governo aprovado pela maioria da população e que recebe mais de R$1 bilhão em recursos dos royalties de petróleo por ano.

Fonte: Internet.


 

Em Maricá Vereadores celebram convênio da Prefeitura com Cedae

O convênio assinado entre a prefeitura e a Cedae foi celebrado durante sessão ordinária nesta quarta-feira (31) na Câmara Municipal de Maricá. O presidente da Câmara, Aldair de Linda (PT) parabenizou o prefeito, Fabiano Horta, por ter firmado o contrato para viabilizar o fornecimento de água e tratamento de esgoto no município. Pelo convênio, a prefeitura vai investir R$ 260 milhões no sistema de abastecimento de água Tanguá/Maricá com a construção de uma barragem, localizada entre a divisa dos municípios de Tanguá e Rio Bonito.

Fonte: Internet.


 

Mais de 107 mil eleitores estão aptos a votar em Maricá

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), divulgou na última quarta-feira (1), o número total do eleitorado brasileiro. No estado do Rio de Janeiro, 12.406.394 eleitores estão aptos a votar nas Eleições 2018. Em Maricá, 107.820 eleitores estão aptos a votar nas eleições de outubro que vão escolher o novo presidente, senadores, governador, deputados federais e estaduais. 
Mais de 30 mil pessoas já poderão votar com a biometria. Outros 77 mil ainda não zeram o cadastro biométrico. O primeiro turno das eleições acontece no dia 07 de outubro.

Fonte: Divulgação Internet.


 

Sessão Solene em comemoração ao aniversário de Maricá

Na noite deste sábado (26) foi realizada mais uma edição da Sessão Solene, organizada pela Câmara Municipal de Maricá, em homenagem aos 204 anos de emancipação Político-administrativa da cidade. O evento aconteceu na quadra do Colégio Cenecista, no Centro de Maricá, e contou com a presença de aproximadamente 400 pessoas.

Na ocasião foram dados os Títulos de Cidadão Maricaense e Honra ao Mérito pelas mãos dos vereadores e do prefeito, Fabiano Horta, que fez um importante discurso lembrando os avanços da cidade nos últimos meses. Fabiano agradeceu o apoio que tem recebido por vereadores.

“Tenho minha caminhada pessoal com os vereadores aqui presentes e sei da importância desse poder constituído com a legitimidade das urnas. Quer ressaltar a importante tarefa que vocês têm na cidade de Maricá, a tarefa em conjunto com a sociedade”.

O presidente da Câmara, Aldair de Linda, parabenizou a cidade e os vereadores por mais um ano. “Quero fazer um resumo político, pois venho de um berço político. Meu avô foi vereador e minha mãe também. Hoje estou aqui. Em 2008, encontramos essa cidade destruída. A prefeitura não tinha luz e nem limpeza urbana porque a empresa responsável abandonou o município logo após as eleições. Passamos maus momentos, mas conseguimos a reeleição. Eu faço parte dessa transformação e luto por essa cidade”, contou Aldair que foi aplaudido pelos presentes.

Fonte: Internet.


Ex-prefeito de Maricá informa: Lula estará na cidade em dezembro

O ex-prefeito de Maricá e presidente estadual do PT, Washington Quaquá informou em seu perfil pessoal no facebook que o ex-presidente Lula e atual pré-candidato ao planalto, está em Maricá no mês de dezembro.

“Mobilização total pra receber o Presidente do Povo!” Escreveu Quaquá.

O ex-presidente Lula está em pré-campanha pelo Brasil e intensificará as visitas à região sudeste, local que tem perdido posições nas pesquisas para pré-candidatos como Jair Bolsonaro.

Fonte: Divulgação Internet.


 

Vereadores sugerem melhorias para a saúde de Maricá

Vereadores discutiram melhorias relevantes à saúde da cidade durante sessão ordinária na manhã desta segunda-feira (6) na Câmara Municipal de Maricá. Eles sugeriram a contratação de mais pediatras para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Inoã, além de um veículo que transporte pacientes desta unidade até o Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro. O presidente da Comissão de Saúde, Dr. Felipe Auni (PSD) se comprometeu em levar as sugestões à secretária de saúde, Simone Costa.

As sugestões surgiram após o vereador Filippe Poubel (DEM) denunciar falta de pediatra na UPA, em Inoã.
“Sábado, pós-feriado, a UPA sem pediatra. Umas cinco pessoas me ligaram reclamando da falta do médico. Fiquei estarrecido porque nessa mesma semana estive no posto da 83 e bati de frente dom cartaz que informava que marcação de pediatra somente no início de dezembro para crianças de até 2 anos”.

Felipe Auni esclareceu a ausência do especialista na unidade médica.
“No sábado realmente um pediatra faltou. Temos dois no plantão e um faltou. Estava sendo feita a triagem. Os casos que poderiam ser mantidos, ficavam na UPA e o restante foi encaminhado para o hospital onde temos mais médicos”.

O vereador Dr, Richard (PT) aproveitou para sugerir a contratação de mais um pediatra para a UPA.
“Dr. Auni, como você falará com a secretária queria que você levasse, até como caráter sugestivo essa questão da UPA. Poderíamos ter um pediatra de stand by. Faltou um pediatra é só ligar para o outro médico. Assim pode-se pagar hora extra e termina com esse problema da pediatria de uma vez por todas”.

O presidente da Câmara, Aldair de Linda (PT) pediu que a Comissão de Saúde busque esclarecimentos a respeito das denúncias.
“Muito importante a colocação do Dr. Richard. É plausível a discussão. Quero pedir ao nobre presidente da comissão que faça o pedido à secretária. Temos demanda para outro pediatra. Ele não ficará parado, dará maior qualidade no atendimento às crianças do município”.

Rony Peterson (PR) falou da importância de criar um quadro de reserva de médicos.
“Não tem cabimento um pai de família ir a uma unidade hospitalar e não ser atendido. Precisamos lutar para ter um quadro de reserva que funcione”.

Poubel sugeriu que um veículo esteja disponível para transportar pacientes de um hospital a outro.
“Às vezes a pessoa chega ali só com o dinheiro da passagem e é informado que não tem médico. Veja com secretária para disponibilizar um veículo para isso. Imagina uma pessoa que vem de Itaipuaçu com o dinheiro de ir e voltar. Se tiver que ir para outro hospital, ela não terá dinheiro”.

Ricardinho Netuno (PEN) também opinou pedindo mais um profissional médico e mais uma vez pediu para que seja revista a ausência de anestesista na UPA.
“O pediatra fica sobrecarregando e esse pediatra deixa de atender. É de suma importância que haja três médicos para não deixar ninguém sem assistência. O problema da anestesia na UPA ainda não foi resolvido.”

Frank Costa (SDD) também pediu a contratação de mais um médico.

Segurança e serviços públicos – O presidente da Câmara, Aldair de Linda (PT) pediu entendimento e compreensão da população quanto ao trabalho que vem sendo feito na cidade com a apreensão de carros e motos irregulares.
“Fico vendo no Facebook as pessoas falando da prefeitura porque estão apreendendo moto e carro. A população pede que o poder público tome atitude em relação aos crimes no município, aí o governo coloca policiais e viaturas e ficam falando que a prefeitura quer enriquecer. A gente precisa inibir o vagabundo. O policial ali não sabe se é um cidadão ou um vagabundo”, pediu Aldair.

O vereador Robgol (PT) mais uma vez falou sobre os serviços prestados pela Enel. Ele explicou que foi procurado pela concessionária.
“Quarta-feira à tarde a diretora institucional mandou um e-mail querendo marcar audiência com a comissão e alguns vereadores para que possamos discutir os problemas que estão acontecendo em nossa cidade. Estamos recebendo muitas denúncias nessa Casa”.

O vereador Filippe Poubel (DEM) pediu que a Comissão de Defesa do Consumidor agilize a realização de uma audiência pública.

O vereador Tatai (PTB) falou sobre segurança e melhorias na rodovia. Ele agradeceu às secretárias de Obras e Segurança pelas iniciativas no bairro Spar. Ele elogiou os trabalhos feitos pelos guardas municipais e policiais militares.
“Quando você se depara na entrada do Spar, pensa que está em outra cidade. Tudo iluminado, canteiro limpo. Estamos felizes com o trabalho que está sendo feito na cidade. É a sensação de estar numa cidade que caminha para o bem”.

Fonte: Divulgação Internet.


 

Vereadores de oposição denunciam superfaturamento em merenda escolar em Maricá

Os vereadores de oposição Chiquinho (PP), Filippe Poubel (DEM) e Ricardinho Netuno (PEN) foram até algumas escolas do município na última sexta-feira (15) para verificar a presença de ítens comprados, como o feijão-manteiga por R$ 10.

O vereador Chiquinho relatou em seu perfil no facebook, que visitou cinco escolas municipais e não encontrou o ítem que a prefeitura teria adquirido a um preço bem acima do praticado pelo mercado. Para demonstrar, ele fez fotos dos armários das escolas, que continham apenas o feijão da marca Gibi, que foi comprado pelo mesmo vereador em um mercado em Inoã por R$ 3,99.

Vereador comprova preço do feijão encontrado em escolas municipais.

“Fiscalizamos as escolas escolas do município para achar o “feijão manteiga” que segundo alguns governantes foi esse tipo que custou R$ 10,00. Não encontramos o item em nenhuma das escolas fiscalizadas.” Comentou Chiquinho.

O vereador tomou a iniciativa após denúncias na Câmara de Vereadores e da publicação do vice-prefeito Marcos Ribeiro (PT), que mandou que os vereadores provassem o que estavam falando.

“Eu e a população não estamos inventando nada, não tinha uniformes em algumas escolas, o almoço era ARROZ, FEIJÃO E Ovos, não tem ônibus em algumas escolas, consta no portal da Transparência a compra de mais de cinquenta mil cadernos, não estou desrespeitando ninguém, estou fazendo o meu trabalho! ” Disse Chiquinho.

Fonte: Divulgação Internet.


 

Vereadores de oposição cobram do prefeito ação contra suspeita de fraude em concurso público da Codemar

Os vereadores de oposição Filippe Poubel (DEM) e Ricardinho Netuno (PEN), questionaram o prefeito Fabiano Horta na manhã desta terça-feira (5) sobre as suspeitas de fraude no concurso público realizado no último domingo (3) para preenchimento de vagas na Codemar (Companhia de Desenvolvimento de Maricá).

O prefeito Fabiano Horta comentou que o Ministério Público irá apurar as denúncias e que, somente após o posicionamento do MP que a prefeitura irá tomar algum posicionamento, mantendo o concurso ou o cancelando. Ele, porém, disse que não diz ver essas suspeitas de fraude e de que os problemas com os mais de 40 inscritos com o primeiro nome foi realmente erro de digitação. O prefeito comentou ainda que chamou o presidente da Codemar, José Orlando, para saber o que realmente aconteceu.

O vereador Filippe Poubel (DEM) protocolou uma denúncia no Ministério Público antes da realização da prova, pedindo a suspensão do concurso. Apesar das suspeitas de fraude, o concurso foi mantido e dezenas de candidatos relataram erros em provas, como a cobrança do que não havia no edital e de manipulação das provas.

Fonte: Divulgação Internet.


Mais de R$ 1 milhão para a rede de saúde de Maricá

Emenda parlamentar do deputado Marcelo Delaroli foi liberada pelo Governo Federal à Prefeitura

O Governo Federal liberou para a Prefeitura de Maricá uma verba de R$ 1,1 milhão, oriunda de emenda parlamentar do deputado federal Marcelo Delaroli (PR-RJ). O recurso tem de ser utilizado, exclusivamente, na rede municipal de saúde. O setor é um dos que mais necessitam de melhorias, segundo queixas de moradores relacionadas a falta de insumos e medicamentos no Hospital Conde Modesto Leal e outras unidades.

“Destinar emendas é a melhor forma que temos para retribuir o carinho e a confiança que as pessoas têm em nosso mandato. Faço oposição ao prefeito de Maricá, mas coloco as pessoas sempre em primeiro lugar. Sabemos da crise na saúde, por isso destinamos essa emenda para apoio à manutenção das unidades, para que os moradores possam receber melhor atendimento”, afirma Marcelo Delaroli.

A liberação da emenda parlamentar ainda em 2017 só foi possível porque o deputado federal licenciado Indio da Costa assumiu a Secretaria de Urbanismo do Rio de Janeiro e destinou ao mandato de Delaroli parte dos valores das emendas que teria direito.

Como assumiu o mandato em janeiro de 2017, Marcelo Delaroli somente poderá apresentar em outubro desse ano as suas emendas individuais ao Orçamento da União para 2018. “Eu sempre falo que a política feita com parcerias gera resultados. Sou muito grato ao Indio, a solidariedade dele com o nosso mandato permitiu que os moradores de Maricá pudessem ser beneficiados ainda em 2017, fico feliz porque sabemos da urgência em melhorar as condições de atendimento e de trabalho nas unidades de saúde ”, afirma Delaroli.

O deputado anuncia que a cidade será beneficiada com mais recursos no ano que vem. “Nosso gabinete tem recebido muitas sugestões, estamos avaliando todas as demandas e vamos priorizar as mais urgentes. Nosso compromisso é fazer muito mais, os moradores de Maricá podem ter certeza que nossa cidade receberá grandes emendas. Quero ver Maricá se desenvolver com qualidade de vida para as pessoas que vivem aqui”, conclui Marcelo Delaroli.

Fonte: Divulgação de Internet.


 

Jovens da UJS e JPT vão a Curitiba em ato pró-Lula

Maricá: Jovens da UJS e JPT vão a Curitiba em ato pró-Lula

Jovens da União da Juventude Socialista e da Juventude do Partido dos Trabalhadores de Maricá vão a Curitiba em ato pró-Lula durante o depoimento do ex-presidente ao Juiz Sérgio Moro.

Cerca de 40 jovens, grande parte filiados ao PT e PCdoB, viajaram para a capital do Paraná para o ato pró-Lula, que tem depoimento marcado para esta quarta-feira (10).

Fonte: Divulgação Internet.


 

Vereadores de Maricá aprovam projeto de lei, em primeiro turno, que proíbe exigência de biometria para idosos e pessoas com deficiência no transporte público

Na sessão da Câmara de Maricá desta segunda-feira (08/05) foram votados e aprovados cinco projetos de lei apresentados pelos vereadores. Proposta de autoria do vereador Ademilton Diniz (PTB), o Tatai, que proíbe o uso do sistema biométrico digital para idosos e pessoas com deficiência no transporte público municipal foi aprovada em primeiro turno.

Um parecer da Comissão de Justiça e Redação Final relativo ao Projeto de Resolução do vereador Felipe Paiva (PCdoB) que dispõe da criação da Comissão Permanente dos Direitos da Pessoa com Deficiência também recebeu os votos favoráveis de todos os parlamentares.

Outros três projetos tratam da alteração de nomes de ruas também foram analisados. Frank Costa (SDD) propôs alteração do nome da rua denominada Guariba, no Marine, para Rua Guacira Terezinha Elias. Outra alteração é que a Rua 23, em Cordeirinho, recebe o nome de Rua Norma de Barros Rosal. No Espraiado, uma via ainda sem identificação, recebeu o nome de Rua Juvenal Lopes.

Projetos a serem votados – Foram lidos quatro projetos de lei que deverão ser votados em breve. Dois são de autoria do vereador Ricardinho Netuno (PEN) que dispõem da instituição do Programa Faixa Verde na cidade, além da instalação de guichês de caixa rápido nas agências bancárias do município.

O vereador Frank Costa (SDD) quer instituir o dia 6 de setembro como Dia do Artesão. Já a indicação do vereador Filippe Poubel (DEM) solicita a implantação nas escolas de atividades que alertam para os riscos e consequências do uso de drogas.

Fonte: Divulgação Internet.


 

Armas apreendidas podem ser utilizadas pelas polícias

 Armas apreendidas podem ser utilizadas pelas polícias

Deputado Marcelo Delaroli oficializa às autoridades federais e estaduais do RJ a necessidade de cumprimento do Decreto 8938/2016

 

O deputado federal Marcelo Delaroli (PR-RJ) defende que todas as armas apreendidas em operações das polícias Militar e Civil no Estado do Rio de Janeiro sejam doadas para uso das próprias corporações. Ofícios com a solicitação foram enviados a autoridades federais e estaduais da área de segurança pública em caráter de urgência. A doação é viável e prevista no Decreto 8938/2016, da Presidência da República.Somente na semana passada, em uma única operação na zona norte do Rio, a Polícia Militar apreendeu 32 fuzis. O deputado enviou ofícios aos ministros da Justiça e da Defesa, ao secretário Nacional de Segurança Pública, ao comandante do Comando Militar do Leste e ao Procurador-Geral de Justiça do Rio, para que seja viabilizada, em caráter de urgência, a doação dos armamentos apreendidos no Estado do Rio de Janeiro, especialmente os 32 fuzis.Segundo Delaroli, é fundamental melhorar as condições de trabalho e de segurança dos policiais, inclusive através da aquisição ou obtenção de equipamentos e armas de fogo adequadas.“É importante destacar a luta diária dos agentes de segurança pública que, apesar das péssimas condições de trabalho, desempenham arduamente a defesa dos cidadãos. Precisamos buscar todas as medidas necessárias para amenizar as dificuldades enfrentadas pelos policiais, melhorar as condições de trabalho e segurança deles”, explica Marcelo Delaroli.

Fonte: Divulgação Internet.


 

Regulamentação do Uber é debatida em sessão na Câmara de Maricá

Regulamentação do Uber é debatida em sessão na Câmara de Maricá

 Após as discussões na Câmara dos Deputados, em Brasília, os vereadores de Maricá repercutiram o serviço de transporte de passageiros Uber na sessão ordinária desta quarta-feira (04/04). Os parlamentares ocuparam a tribuna da Casa para defender o serviço regulamentado dos taxistas na cidade. Membros da categoria assistiram os debates do plenário. Alguns vereadores chegaram a repudiar a presença do Uber no país. Os parlamentares também aprovaram, em segundo turno, o Projeto de Lei Complementar nº 03/2017 que dispõe sobre a nova estrutura organizacional da Câmara. O PL foi aprovado por unanimidade nos dois turnos. Com a nova lei, funcionários da Casa receberão reajuste salarial que será definido por categoria trabalhista. Desde 1999 não havia reajuste.

Os vereadores também discutiram melhorias para a Guarda Municipal. Eles comentaram que os profissionais estão com salários defasados. O vereador Ricardinho Netuno (PEN) ressaltou a necessidade de instalar uma base do Corpo de Bombeiros em Itaipuaçu e sugeriu que o antigo DPO do Barroco seja utilizado como sede. O presidente da Casa, Aldair de Linda (PT), ampliou o pedido e solicitou de uma base dos Bombeiros e da Guarda Municipal também para o distrito de Inoã. “Temos guarda municipal no Bananal, mas não temos em Inoã, que é um lugar que precisa”, disse Aldair de Linda.

Projeto de Resolução que prevê a criação de Comissão Permanente da Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência foi apresentado pelo vereador Felipe Paiva (PCdoB). A preocupação com a acessibilidade fez com que o presidente da Casa convidasse um portador de deficiência para assistir a sessão dentro do plenário.

A discussão sobre um médico que teria participado da avaliação do processo seletivo da saúde realizado pela prefeitura voltou a ser tema de discussão. O vereador Filippe Poubel (DEM) pediu fiscalização dos vereadores da Casa nos valores do salário do médico. “Esse é o mesmo médico que se auto avaliou para trabalhar”, disse. O líder do Governo, Fabrício Bittencourt (PTB), rebateu o colega e esclareceu que o profissional não participou da banca responsável por escolher novos funcionários. O fato também já foi explicado pela prefeitura. O presidente da Comissão de Saúde, Felipe Auni (DEM), explicou que irá ajudar na fiscalização.

Segurança pública – A deputada estadual Rosângela Zeidan (PT) solicitou a liberação do plenário da Casa para realização de audiência pública sobre Segurança Pública na cidade, no dia 24 de abril, às 11h.

Fonte: Divulgação Internet.


 

 

A Extinção de 72 zonas vai gerar economia de R$ 13 milhões por ano à Justiça Eleitoral

Fachada do TSE
Com a aprovação de alterações na Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nº 23.422/2014 e a consequente extinção de 72 zonas eleitorais em 16 capitais, a Justiça Eleitoral estima ter uma economia de mais de R$ 1 milhão por mês e cerca de R$ 13 milhões ao ano. Além da economia, as mudanças, aprovadas pelo Plenário da Corte nesta terça-feira (16), têm como objetivo aprimorar o trabalho e otimizar os recursos das zonas, com foco na qualidade do atendimento ao eleitor brasileiro.Hoje, das 3.036 zonas com eleitores aptos, 761 cuidam de apenas parte dos 236 municípios com mais de uma zona eleitoral; 618 são responsáveis por apenas uma cidade; uma zona cuida dos eleitores que moram no exterior; e as outras 1.656 se ocupam dos demais 4.714 municípios do país. Isso representa uma média de cerca de três cidades para cada uma dessas zonas. Entretanto, após realizar um estudo acerca da situação das zonas eleitorais em todo o país, o Setor de Estatística e a Assessoria de Gestão Estratégica (AGE) do Tribunal concluíram que há grande heterogeneidade entre os municípios com mais de uma zona. O levantamento foi solicitado aos setores pela Diretoria-Geral do Tribunal com o intuito de subsidiar a ministra Luciana Lóssio, relatora do Processo Administrativo (PA) 132606, que trata do tema.Segundo o estudo, embora a média geral seja de cerca de 80 mil eleitores por zona, nessas cidades, existem zonas com mais de 200 mil eleitores e, no outro extremo, zonas com cerca de 10 mil eleitores. O município do Rio de Janeiro, que possui cerca de 4,8 milhões de eleitores, possui hoje 97 zonas eleitorais, contra as 58 zonas da cidade de São Paulo, que tem quase o dobro do eleitorado (8,8 milhões).Em relação às zonas eleitorais situadas nas capitais e nos municípios com mais de 200 mil eleitores, foram realizados quatro estudos de rezoneamento, considerando os eleitorados mínimos de 80 mil, 100 mil, 150 mil e 200 mil eleitores.Ficou decidido pela Diretoria-Geral do TSE que, a partir de agora, as zonas eleitorais nessas cidades deverão ter 100 mil eleitores cada. Dessa forma, deverão ser extintas zonas em diversos municípios do país, começando pela extinção de 72 zonas em 16 capitais. No que se refere às zonas eleitorais sediadas nas capitais, mas que também abrangem municípios vizinhos, foi sugerido que, nesses casos, seja considerado o eleitorado total da zona, independente do município dos seus eleitores.
Alterações na resolução: Aprovada nesta quinta pelo Plenário do TSE, a proposta inclui a alteração dos artigos 3º, 9º e 12 da Resolução 23.422/2014. O artigo 3º, inciso I, alínea “a”, ficará com a seguinte redação: “capitais e municípios com mais de 200.000 (duzentos mil) inscritos: 100.000 (cem mil) eleitores.”A alteração do artigo 9 transfere para a Presidência do Tribunal a competência para expedir normas com as diretrizes necessárias à adequação das zonas eleitorais.Já a mudança no artigo 12 esclarece que as funções comissionadas e as gratificações de zonas extintas a qualquer tempo não poderão compor o quadro de pessoal da secretaria do respectivo tribunal, devendo ser reservadas para posterior designação exclusivamente na hipótese de aprovação de criação de uma nova zona.
Resolução 23.422/2014LC/TC
Processo relacionado: PA 132606
Fonte: Divulgação na Internet.

 

O Deputado Marcelo Delaroli votou contra a terceirização total

Maricá: Marcelo Delaroli votou contra a terceirização total

O Deputado Federal do Rio de Janeiro Marcelo Delaroli (PR) votou contra a terceirização geral, projeto que prevê que permite às empresas a terceirização de todas suas atividades.

O projeto de lei 4302/98 foi aprovado na noite da última quarta-feira (22), porém, o Deputado Federal Marcelo Delaroli se posicionou contra. O vereador de Maricá Filippe Poubel (DEM) também esteve presente na discussão do projeto.

Para ele, votar a favor do projeto seria ir contra o povo. “Não posso votar contra o trabalhador, fui contrário ao meu partido, porém sempre serei se for para o bem da nossa população, quero mostrar aos que confiaram em mim que não jogaram seu voto fora, não serei mais um aqui, pode ter certeza que sempre ficarei ao lado do povo.” Disse Marcelo Delaroli (PR).

Fonte: Divulgação Internet.


 

 

A Prefeitura de Maricá realizará parcerias com PM e Operação Lei Seca durante o Carnaval

Uma reunião realizada nesta quarta-feira (08/2) na sede do batalhão de Choque da PM, no Catumbi (região central do Rio), tratou de uma série de parcerias entre a corporação e a Secretaria de Segurança Pública de Maricá. Foi acertada a realização de novas palestras da Operação Lei Seca nas escolas da rede municipal, que devem começar em abril, e também começaram as tratativas para ações conjuntas com o Programa Estadual de Integração da Segurança Pública (PROEIS).

Participaram do encontro o secretário Celso de Almeida Netto, o comandante do 12º Batalhão da PM (Niterói), Marcelo Abel Rocha, e o chefe de planejamento do PROEIS, Gustavo Felipe Bezerra. Além das palestras, estão previstas também blitzes da Operação Lei Seca durante os quatro dias de Carnaval em Maricá. Ficou combinada ainda a preparação, para os próximos meses, de operações permanentes no município nos moldes das que ocorrem na capital fluminense, como ‘Lapa Presente’ e ‘Centro Presente’.

Fonte: Divulgação Internet.


 

O Deputado Marcelo Delaroli vai priorizar saúde e segurança

Deputado Marcelo Delaroli vai priorizar saúde e segurança

Com o retorno das atividades na Câmara dos Deputados, na última semana, o deputado Marcelo Delaroli (PR-RJ) iniciou o seu primeiro mandato federal. Delaroli afirma estar muito motivado, mas também preocupado com a situação do Estado do Rio, em especial o município de Maricá, por isso já definiu como prioridades as áreas de segurança e saúde para destinação de emendas parlamentares, além da elaboração de projetos que beneficiem servidores públicos.

Durante o recesso parlamentar, Marcelo Delaroli participou de atividades relacionadas ao mandato, como a reunião da bancada do Rio com o presidente da Câmara, o governador e o prefeito do Rio, na qual foi reforçada a união em todas as esferas para a recuperação financeira do Estado. “Estou muito motivado, porém preocupado com o momento que estamos vivendo no Estado e municípios do Rio. Não é só a crise política e econômica, praticamente todos os setores estão com problemas. Temos muito o que melhorar. Farei o meu papel propondo políticas e ações, buscando o diálogo para que as pessoas possam ter uma vida melhor”, afirma Delaroli.

Atenção especial – Maricá, cidade onde mora e que lhe deu a maioria dos 33.743 votos para deputado federal, receberá atenção especial. O deputado afirma que a equipe técnica do seu gabinete já está mobilizada na elaboração de projetos para beneficiar a população maricaense, através da destinação de emendas parlamentares. “A população do Estado do Rio, em especial de Maricá, verá da minha parte aqui na Câmara, muita luta, determinação e empenho. O meu posicionamento sempre será a favor do povo e seus direitos. Estamos analisando onde estão as áreas mais carentes, mas já sabemos que vamos priorizar segurança e saúde, com atenção especial também aos servidores públicos”, afirma. Delaroli, que já foi vítima de assalto em Maricá, reconhece a importância de tornar eficiente a segurança pública em todo o Estado do Rio. “A segurança será minha principal causa, não medirei esforços para melhorar, vou me posicionar a todo momento pedindo mais investimentos em segurança. Já conseguimos destinar ao Estado, através de emenda da bancada do Rio, R$ 25 milhões, e vamos continuar cobrando, a todo momento, melhores condições de trabalho para os profissionais do setor”, assegura.

Sem divergências – Sobre o relacionamento com o prefeito Fabiano Horta (PT), Delaroli afirma que a população de Maricá está acima de divergências políticas. “Continuo oposição ao PT, porém não sou oposição ao povo de Maricá, o que tiver de mandar para a cidade para beneficiar o maricaense, farei. Respeito o posicionamento partidário do Fabiano Horta e acredito que ele também respeite o meu”, conclui o deputado.

Fonte: Divulgação Internet.


 

 

Vereador Filippe Poubel e Deputado Federal Marcelo Delaroli buscam nova agência dos Correios para Itaipuaçu

O vereador Filippe Poubel (DEM) e o Deputado Federal Marcelo Delaroli (PR) estiveram reunidos na noite da última quarta-feira (1º) com o presidente dos Correios, Guilherme Campos, para solicitar uma nova agência para Maricá.

Os políticos mostraram ao presidente da empresa pública, que Maricá cresceu muito nos últimos anos e a única agência que tem não dá vazão.

Foi solicitada uma agência no distrito de Itaipuaçu, local que fica muito longe do Centro, local que concentra a única agência dos Correios.

“O presidente ficou surpreso ao saber que a cidade com 150 mil habitantes tem apenas uma agência, e entendeu a urgência em melhorar a prestação dos serviços através da instalação de uma nova unidade dos Correios.” Comentou Marcelo Delaroli, através de rede social.


 

O Prefeito de Maricá, Fabiano Horta, busca soluções para tratamento de água e esgoto

Na tarde da última terça-feira (31/01), o prefeito Fabiano Horta participou de uma reunião com secretários municipais e técnicos da empresa Ambiental Engenharia e Consultoria, que realiza um estudo de viabilização de captação de água e tratamento de esgoto na cidade. Durante a reunião foi discutido o Contrato de Programa, assinado em dezembro de 2008 entre o município e a Cedae e ações pelo seu não cumprimento por parte da companhia estadual desde então. O objetivo da empresa é oferecer algumas opções de soluções para o problema da água e esgoto de Maricá. De acordo com dados do IBGE, de 2014, apenas 20% da população tem água encanada enquanto a maioria utiliza poços.

O prefeito Fabiano Horta afirmou que por se tratar de um problema social e econômico, a Prefeitura vai investir pesado para resolver a questão da água e esgotamento do município. “A cidade inteira sabe que essa é uma briga antiga com a Cedae. Começou ainda no governo do ex-prefeito Washington Quaquá”, disse. “Também vamos investir pesado para dar celeridade nessa questão da água. A cidade fica presa a isso para se desenvolver e não vamos ficar de braços cruzados esperando uma solução cair do céu. Vamos dar velocidade aos estudos e avaliar a melhor proposta para resolver definitivamente esse problema e fazer justiça social com os moradores da cidade”, enfatizou o prefeito.

Os representantes da empresa disseram que estudos aprofundados serão feitos para embasar propostas estruturantes de longo prazo para saneamento. “Em um mês vamos apresentar um estudo mais completo apontando algumas possíveis soluções”, afirmou, um deles, Elvio Gaspar.


 

Cenário político pode mudar após posse de Marcelo Delaroli na Câmara dos Deputados

Maricá: Cenário político pode mudar após posse de Marcelo Delaroli na Câmara dos Deputados

Marcelo Delaroli tomou posse no dia 2 de janeiro como Deputado Federal e retornou ao PR (Partido da República), que é base do governo Fabiano Horta, tendo dois vereadores apoiando o governo, Bidi e Ronny Petterson, ambos suplentes de vereadores eleitos que deixaram o cargo para assumir uma secretaria na prefeitura.

Com a volta de Delaroli ao PR, e possivelmente à presidência do partido em Maricá, esses suplentes poderiam ter que assumir um tom de oposição caso um bloco seja formado por vereadores dos partidos DEM, PP, PSD e PEN. Seriam 8 vereadores na oposição, o poderia complicar a vida do atual prefeito Fabiano Horta (PT).

Atualmente, o governo possui 11 vereadores na base: Aldair de Linda (PT), Frank Costa (SD), Marcus Bambam (PV), Bubute (PV), Fabrício Bittencourt (PTB), Bidi (PR), Ronny Petterson (PR), Robgol (PT), Felipe Paiva (PCdoB), Helter Ferreira (PT) e Tatai do Sacolão (PTB).
A oposição seria composta pelos vereadores: Felipe Auni (PSD), Chiquinho (PP), Ismael Breve (DEM), Filippe Poubel (DEM), Marcinho da Construção (DEM), Ricardinho Netuno (PEN).

O ano começou com movimentações políticas e o governo deverá ter habilidade política para não criar problemas na Câmara Municipal. O vereador Fabrício Bittencourt (PTB), que é o líder do governo, já começa o ano com muito trabalho para manter os vereadores na base, para defender os interesses da população e pela aprovação de projetos de interesse do poder executivo.

Fonte: Internet.


 

Em artigo, prefeito de Maricá compara Estado de Direito no Brasil com a Idade Média

Em artigo, prefeito de Maricá compara Estado de Direito no Brasil com a Idade Média

Washington Quaquá, prefeito de Maricá e presidente do PT-RJ, publicou um artigo sobre a prisão de Anthony Garotinho e questionou o Estado de Direito no Brasil. Em analogia à Idade Média e as decapitações em público, o prefeito alerta para os perigos da busca imediata por justiça.

A Idade Média chegou
Vamos assistir uma decapitação em praça pública?

Por Washington Quaquá

Tenho visto abismado as manifestações ouriçadas e entusiasmadas de muitos, mas muitos mesmo, com a prisão de Garotinho e Cabral. Os dois são meus adversários. Mas não entro na fila da comemoração…

No caso do Garotinho, no que pese as divergências com ele e os problemas que possa ter, me parece de fato um caso contestável já que o delegado fazia abertamente campanha contra ele nas eleições municipais.

Em relação a Cabral, Embora seja provável que ele tenha culpa, sendo provável uma prisão ao final do processo. Também é fato a forma deslumbrada que ele passou a viver, como num clube de Paris… Em um país democrático, onde se respeita a lei e os direitos e garantias do cidadão, ninguém pode ser preso sem que o processo seja concluído. Ele teria que ser preso ao final do processo, depois de vistas as provas e de ter seu direito a defesa garantido.

Esse linchamento público realizado pela mídia com ações de justiçamento da justiça estão levando o Brasil há um processo de degradação ética e social nunca vista. Não se sabe onde isso vai parar.

Sou adversário de Cabral e de Garotinho, mas sou mais favorável a democracia e ao respeito às garantias da cidadania. O vale tudo e o linchamento já levaram sociedades ao nazismo e ao fascismo, com amplo apoio do povo. Primeiro foram judeus, depois ciganos, mais tarde homossexuais até que todos que discordassem do Füher…

Jesus foi condenado em Praça Pública com apoio do povo. Tiradentes enforcado e esquartejado num dia de sol com apoio popular. Era na idade média um programão das famílias ir ver alguém ser queimado vivo na fogueira ou guilhotinado em praça pública. Os tempos sombrios estão de volta. Tudo com fotos e vídeos publicados nas redes sociais ou ao vivo pela rede globo…

Um Brasil mais justo e melhor para seu povo estava sendo criado. De uma hora para outra uma casta de juízes, promotores, delegados, todos com vidas boníssimas e altíssimos salários, catapultados pela rede globo de Televisão, junto com um congresso Golpista e sem qualquer reputação transformaram o Brasil numa Líbia ou numa Síria..

Agora os americanos podem levar nosso petróleo na boa. Os imbecís dos brasileiros nem vão notar porque estão no Coliseu assistindo mais um leão devorar mais outro cristão.

A vida segue… Ou seria a morte?

Washington Quaquá
Prefeito de Maricá e Presidente Estadual do PT-RJ


 

 

Em Maricá Quaquá quer aumentar em 32% os salários do alto escalão

 

O prefeito de Maricá, Washington Quaquá (PT), quer aumentar em 32% o salário do alto escalão.

Quaquá enviou à Câmara proposta de reajuste de 32% nos vencimentos do alto escalão. Pelo projeto, o salário do futuro prefeito subirá de R$ 19.500 para R$ 25.727, 27; o do vice vai para R$ 17.151,52, assim como os subsídios dos secretários, subsecretários, procurador geral e controlador geral. Os vencimentos somam R$ 660.333.

O reajuste deverá ser votado na sessão desta quarta-feira (30). A proposta de aumento tem tudo para ser aprovada, já que Quaquá conta com o apoio de nove dos 11 vereadores.


 

 

Justiça Eleitoral determina apreensão de material de campanha de Fabiano Horta

Maricá: Justiça Eleitoral determina apreensão de material de campanha de Fabiano Horta

Nesta sexta-feira (23/9/2016), a juíza Roberta Santos Braga, da 55a Vara Eleitoral (Maricá), determinou a busca e apreensão de todo o material de propaganda de campanha eleitoral do candidato Fabiano Horta (PT) que faça alusão aos programas do atual governo municipal.

A magistrada acatou o pedido do Ministério Público Eleitoral, que entrou com uma representação eleitoral por propaganda irregular ao ver indício de irregularidades no material usado por Horta.

Foi proibida também, a veiculação de qualquer material de campanha que faça alusão a símbolos, frases ou imagens associadas ao que o atual governo municipal utiliza, como os ônibus vermelhinhos ou o cartão mumbuca.

Além de Fabiano Horta, respondem na ação o prefeito de Maricá Washington Quaquá e a Deputada Estadual Rosângela Zeidan.

Fonte: Divulgação Internet.


 

 

Pesquisa mostra Marcelo Delaroli (DEM) liderando disputa eleitoral

Maricá: Pesquisa mostra Marcelo Delaroli (DEM) liderando disputa eleitoral

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Pesquisas Opiniun (IBPO) apontou o candidato Marcelo Delaroli (DEM) liderando as intenções de voto para a prefeitura de Maricá nas eleições deste ano.

O dentista candidato do partido Democratas tem 40% das intenções, contra 33% do Deputado Federal Fabiano Horta (PT), apoiado por Quaquá. A pesquisa mostrou também que o Dr. Carolino (PDT) tem 3% das intenções de voto, enquanto Bia do PSOL tem 2%. O número de indecisos na cidade ainda é de 22%.

A pesquisa eleitoral também ouviu a rejeição dos candidatos. Para 25% dos eleitores, Horta não seria uma opção. Marcelo Delaroli não receberia o voto de forma alguma de 13% dos entrevistados. Dr. Carolino não seria votado por 9% e Bia do PSOL por 6%. Não souberam ou não quiseram opinar somaram 47% dos entrevistados.

A pesquisa foi encomendada pelo jornal Tribuna da Região, tem margem de erro de 4% percentuais e ouviu 400 pessoas. O registro foi feito no TSE com a numeração RJ-00283/2016.

 

G.R.E.S. HERDEIROS DE MARICÁ 

FOTOS CARNAVAL 2015

FOTOS CARNAVAL 2014

FOTOS CARNAVAL 2013

Seja Um Sócio Torcedor

Informações

alexardso@gmail.com


 


Contato

E-mail: alexardso@gmail.com 


  

 

Atenção

 Maricá é o seu destino no feriado? Se você curte esportes, dê uma passada na Praia da Barra, na altura da rua 11, onde a galera do slackline e da acroyoga se reúnem para treinar as manobras! Para os menos radicais, na Lagoa de Araçatiba rola vôlei de areia! Não esqueça a câmera para registrar tudo e postar nas redes socias.

Grande Abraço!

Alexandre Souza.

topo